Seet
Sobral – 300×100

Tocantins é exemplo de desburocratização na abertura e fechamento de empresas

admin -

<span style="font-size:14px;">Foi realizado, na noite desta quarta-feira (26), o 2&deg; Enontro Nacional de Juntas Comerciais (Enai). O evento aconteceu no audit&oacute;rio do Pal&aacute;cio Aragauia ,em Palmas (TO), e reuniu representantes das Juntas Comerciais de todo o Pa&iacute;s, al&eacute;m de autoridades federais e estaduais.<br />
<br />
<em>&ldquo;&Eacute; poss&iacute;vel reduzir as burocracias para legaliza&ccedil;&atilde;o das empresas, e o Tocantins j&aacute; &eacute; um exemplo no Brasil&quot;</em>, declarou o secret&aacute;rio de Racionaliza&ccedil;&atilde;o e Simplifica&ccedil;&atilde;o da Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presid&ecirc;ncia da Rep&uacute;blica, Mauro S&eacute;rgio Bog&eacute;a Soares, durante a solenidade de abertura.<br />
<br />
A declara&ccedil;&atilde;o de Bog&eacute;a&nbsp; foi feita em refer&ecirc;ncia &aacute; implanta&ccedil;&atilde;o da Rede Nacional para a Simplifica&ccedil;&atilde;o do Registro e da Legaliza&ccedil;&atilde;o de Empresas e Neg&oacute;cios (Redesim) no Estado.<br />
<br />
&quot;<em>A simplifica&ccedil;&atilde;o e a desburocratiza&ccedil;&atilde;o est&aacute; na agenda de discuss&atilde;o de muitos pa&iacute;ses. A contribui&ccedil;&atilde;o dos que trabalham no setor &eacute; primordial, e a expectativa em torno das discuss&otilde;es que ser&atilde;o feitas aqui &eacute; muito grande&rdquo;, </em>ressaltou.<br />
<br />
Para o governador Marcelo Miranda, o Tocantins &eacute; uma fronteira em expans&atilde;o para novos neg&oacute;cios e, por meio de parcerias, o Estado est&aacute; trabalhando para facilitar o desenvolvimento das atividades dos novos empres&aacute;rios.<br />
<br />
<em>&quot;Em parceria com as prefeituras e as institui&ccedil;&otilde;es representativas de segmentos empresariais, estamos promovendo a integra&ccedil;&atilde;o de procedimentos relacionados ao registro e controle de empresas&quot;</em>, pontuou, ao defender que &eacute; preciso reduzir exig&ecirc;ncias e o tempo para abertura de empresas.<br />
<br />
A implanta&ccedil;&atilde;o da Redesim tem se mostrado uma a&ccedil;&atilde;o efetiva para o fortalecimento do setor empresarial. Trata-se de um sistema integrado que permite a abertura, o fechamento, a altera&ccedil;&atilde;o e a legaliza&ccedil;&atilde;o de empresas, simplificando procedimentos e reduzindo a burocracia ao m&iacute;nimo necess&aacute;rio.<br />
<br />
<strong><u>Discuss&otilde;es</u></strong><br />
<br />
Durante os quatro dias do evento, de 26 a 29 de agosto, os participantes ir&atilde;o discutir t&oacute;picos importantes sobre o registro empresarial e os principais avan&ccedil;os e desafios enfrentados pelas Juntas Comerciais no Brasil. Tamb&eacute;m ser&atilde;o apresentadas as demandas e solu&ccedil;&otilde;es para regulamentar e padronizar o registro empresarial no Pa&iacute;s.<br />
<br />
Esta edi&ccedil;&atilde;o do evento tem como tema Desburocratizar para fluir, simplificar para crescer. De acordo com o presidente da Junta Comercial do Tocantins, Carlos Alberto Dias de Moraes, a tem&aacute;tica traduz a proposta do Governo do Estado.<br />
<br />
<em>&quot;Trabalhamos para tornar mais eficaz e eficiente os processos de abertura de empresas no Tocantins&quot;</em>, ressaltou, ao mencionar os potenciais tocantinenses para o desenvolvimento econ&ocirc;mico, por meio da atra&ccedil;&atilde;o de empresas.<br />
<br />
O presidente da Associa&ccedil;&atilde;o Nacional de Presidentes das Juntas Comerciais (Anprej), Ardisson Naim Akel, destacou a import&acirc;ncia do trabalho desenvolvido no Tocantins. &quot;<em>O que vemos aqui s&atilde;o os est&iacute;mulos do Governo em buscar fomentar e atrair investidores para gerar emprego e aquecer a economia do Estado. As Juntas Comerciais, al&eacute;m de garantirem a seguran&ccedil;a jur&iacute;dica, fomentam informa&ccedil;&otilde;es para os governantes e para a sociedade&rdquo;</em>, ressaltou.<br />
<br />
<strong><u>Audi&ecirc;ncia</u></strong><br />
<br />
Antes da realiza&ccedil;&atilde;o da solenidade de abertura do Enaj, Marcelo Miranda recebeu, em seu gabinete, os participantes das Juntas Comerciais dos estados brasileiros em ato de boas-vindas aos visitantes. Na sequ&ecirc;ncia, assistiram a uma apresenta&ccedil;&atilde;o da Orquestra Sinf&ocirc;nica Filad&eacute;lfia, no hall de entrada do Pal&aacute;cio Araguaia.<br />
<br />
<em>&ldquo;O papel de voc&ecirc;s, presidentes e t&eacute;cnicos das juntas comerciais, &eacute; fundamental para o cen&aacute;rio que queremos para o Brasil e o Tocantins. Queremos um pa&iacute;s protagonista da economia sustent&aacute;vel do planeta&rdquo;</em>, declarou o governador, ao ressaltar que o mais novo estado brasileiro &eacute; um convite ao empreendedorismo e novas oportunidades.<br />
<br />
Na solenidade, tamb&eacute;m foi assinado o Termo de Coopera&ccedil;&atilde;o T&eacute;cnica entre os estados do Acre, Maranh&atilde;o, Tocantins, Piau&iacute;, Roraima e Sergipe para implanta&ccedil;&atilde;o de Sistema Tecnol&oacute;gico nos referidos estados. A partir da assinatura, o Tocantins passa a oferecer ferramentas tecnol&oacute;gicas, desenvolvidas por t&eacute;cnicos da Junta Comercial do Estado e que est&atilde;o possibilitando a desburocratiza&ccedil;&atilde;o e simplifica&ccedil;&atilde;o da abertura de empresas.<br />
<br />
<strong><u>Presen&ccedil;as</u></strong><br />
<br />
O evento contou com a presen&ccedil;a de presidentes, secret&aacute;rios-gerais, procuradores e gestores de Tecnologia da Informa&ccedil;&atilde;o (TI) das Juntas Comerciais de todos os estados brasileiros, representantes do Departamento do Registro Empresarial e Integra&ccedil;&atilde;o (Drei), al&eacute;m de membros das secretarias de Estado ligadas &agrave; ind&uacute;stria e ao com&eacute;rcio.<br />
Fotos: Lia Mara / Governo do Tocantins</span><br />
<br />

Comentários pelo Facebook: