Sobral – 300×100
Seet

Professor de Matemática desenvolve jogos educativos para a internet com alunos de Wanderlândia

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<em>Portal AF Not&iacute;cias</em><br />
<br />
Visando despertar nos alunos novos conhecimentos, o professor Hugo Queiroz Parreira, que leciona Matem&aacute;tica no Col&eacute;gio Estadual Jos&eacute; Luiz Siqueira, em Wanderl&acirc;ndia, desenvolve desde o in&iacute;cio do ano o projeto de cria&ccedil;&atilde;o de jogos e aplicativos para computador, utilizando o programa Game Maker.<br />
<br />
O projeto &eacute; desenvolvido no laborat&oacute;rio de inform&aacute;tica da escola, junto aos estudantes do ensino m&eacute;dio.<br />
<br />
O desenvolvimento de jogos eletr&ocirc;nicos est&aacute; sendo realizado por meio do Programa de Ensino M&eacute;dio Inovador (Proemi), no macrocampo cultural e digital e uso de m&iacute;dias. As atividades s&atilde;o realizadas no contraturno.<br />
<br />
<em>&ldquo;J&aacute; uso o programa h&aacute; algum tempo por divers&atilde;o, ent&atilde;o pensei em adequ&aacute;-lo para utilizar em sala de aula. No primeiro momento tivemos alguns desafios, muitos estudantes tinham dificuldade de manusear o computador, mas conseguimos concluir a primeira etapa&rdquo;</em>, explicou Hugo.<br />
<br />
Vencendo os obst&aacute;culos iniciais, a equipe criou um jogo com quatro fases. Nesse segundo semestre a turma ir&aacute; usar o programa Construct2, que cria jogos execut&aacute;veis para internet e celulares que possuem o sistema Android.<br />
<br />
Com o desenvolvimento do projeto, segundo o professor, foi poss&iacute;vel observar que os alunos aprenderam a utilizar mais o computador e a usar a criatividade.<br />
<br />
Al&eacute;m disso, em cada n&iacute;vel foi escolhido um aluno, que apresentou mais empenho, para receber um notebook. &ldquo;Os alunos tamb&eacute;m aprenderam regras b&aacute;sicas como utilizar a internet com seguran&ccedil;a, a copiar e colar arquivos&rdquo;, frisou o professor Hugo.<br />
<br />
O estudante Luis Henrique Concei&ccedil;&atilde;o Lima, 15 anos, aluno do 1&ordm; ano do ensino m&eacute;dio, &eacute; um dos que participam das aulas.<br />
<br />
Ele n&atilde;o tem computador em casa, e explica que o que aprendeu sobre tecnologias foi na escola e que gostou tanto da experi&ecirc;ncia que est&aacute; pensando em se profissionalizar em inform&aacute;tica. &ldquo;Gostei muito de criar jogos, de aprender a usar melhor o computador e isso nos ajuda tamb&eacute;m a melhorar a leitura&rdquo;, frisou Luis.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/jogos1.jpg" style="width: 600px; height: 469px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px;" /></span><br />

Comentários pelo Facebook: