Seet
Sobral – 300×100

Auditores estaduais aceitam receber progressões só em 2017; "dão exemplo", diz líder do governo

admin -

<span style="font-size:14px;">O deputado Paulo Mour&atilde;o (PT), l&iacute;der do governo na Assembleia Legislativa, disse que foi um dos principais articuladores, ao lado do deputado Ricardo Ayres, para que a aprova&ccedil;&atilde;o da MP n&ordm; 44 n&atilde;o causasse impacto financeiro imediato nos cofres do Estado. Uma emenda foi feita ao projeto enviado pelo Governo adiando o pagamento das progress&otilde;es dos servidores da Receita Estadual somente para 2017. Segundo Mour&atilde;o, os servidores concordaram em abrir m&atilde;o do recebimento das progress&otilde;es por um per&iacute;odo de 24 meses.<br />
<br />
Na opini&atilde;o de Mour&atilde;o, os servidores &quot;deram exemplo&quot; ao entender a situa&ccedil;&atilde;o financeira do Estado, aceitando receber as progress&otilde;es somente a partir de 2017. <em>&ldquo;&Eacute; um exemplo que voc&ecirc; est&atilde;o dando para o Brasil, ao sacrificar um direito de receber a progress&atilde;o agora em 2015 para receber daqui 24 meses, esta &eacute; uma forma extremamente nobre de ajudar o Estado&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
O medida passou pelas comiss&otilde;es e foi aprovada em sess&atilde;o extraodin&aacute;ria na tarde desta quarta-feira, dia 2. A MP n&ordm; 44 beneficia os auditores fiscais da Receita Estadual com a progress&atilde;o na carreira da 3&ordf; para a 4&ordf; classe. A altera&ccedil;&atilde;o na tabela e concess&atilde;o de progress&atilde;o foi necess&aacute;ria para que os auditores pudessem desempenhar novas fun&ccedil;&otilde;es e atividades reservadas &agrave; 4&ordf; classe.<br />
<br />
Conforme o l&iacute;der do governo, a altera&ccedil;&atilde;o foi importante para o Estado que estava com d&eacute;ficit de pessoal na 4&ordf; classe, vindo a medida de encontro &agrave;s necessidades da adminsitra&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica na fiscaliza&ccedil;&atilde;o e arrecada&ccedil;&atilde;o de tributos.<br />
<br />
Paulo Mour&atilde;o parabenizou o governador Marcelo Miranda ao reconhecer na classe do Fisco um dos caminhos para a solu&ccedil;&atilde;o da crise no Estado. &rdquo;<em>&Eacute; bom que se registre a coragem e determina&ccedil;&atilde;o do Governador em encaminhar essa mat&eacute;ria por entender que este &eacute; o caminho para buscarmos o equil&iacute;brio econ&ocirc;mico e financeiro do Tocantins&rdquo;</em>, sintetizou.</span>

Comentários pelo Facebook: