Seet
Sobral – 300×100

Araguaína é uma das 30 cidades brasileiras com os piores índices de exploração do trabalho infantil

admin -

<span style="font-size:14px;">Aragua&iacute;na est&aacute; entre os 30 munic&iacute;pios com os piores &iacute;ndices de trabalho infantil do Brasil. Os dados foram apresentados na noite de ontem (3) em entrevista coletiva na sede do Minist&eacute;rio P&uacute;blico do Trabalho (MPT) da cidade.<br />
<br />
Uma equipe do projeto nacional Pol&iacute;ticas P&uacute;blicas para o Combate ao Trabalho Infantil fez levantamento para conhecer as falhas e omiss&otilde;es do munic&iacute;pio.<br />
<br />
Segundo o gerente nacional do projeto Pol&iacute;ticas P&uacute;blicas do MPT, Tiago Oliveira, foi identificado nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domic&iacute;lios (PNAD) de 2013 um total de 1473 crian&ccedil;as em situa&ccedil;&atilde;o de trabalho irregular, isto &eacute;, antes da idade m&iacute;nima (16 anos), salvo 14 anos na condi&ccedil;&atilde;o de menor aprendiz.<br />
<br />
De acordo com os dados, 14% dos menores de Aragua&iacute;na est&atilde;o envolvidos em algum tipo de trabalho irregular, 2% a mais que a m&eacute;dia nacional (12%). Se considerar a faixa de 14 a 16 anos, o percentual salta para 29%, 17 pontos percentuais acima da m&eacute;dia nacional (12%).<br />
<br />
<strong><u>Presen&ccedil;a do trabalho infantil</u></strong><br />
<br />
Em Aragua&iacute;na, o trabalho infantil est&aacute; presente em diversos setores da economia. Com&eacute;rcio e repara&ccedil;&atilde;o de ve&iacute;culos lidera o ranking, com 316 menores &#8210;sendo lava jato o que mais emprega trabalho irregular; seguido por servi&ccedil;os dom&eacute;sticos, 178 e pela ind&uacute;stria de transforma&ccedil;&atilde;o, 177 menores; a agricultura e a pecu&aacute;ria possuem juntas 157 crian&ccedil;as trabalhando; constru&ccedil;&atilde;o civil 101; alojamento e servi&ccedil;os de alimenta&ccedil;&atilde;o, 81 menores e demais 443 exercendo outras atividades. A soma geral chega aos 1473.<br />
<br />
Segundo o procurador Lincoln Roberto de Nobrega, a atividade de lava jato, a mais alta em Aragua&iacute;na, &eacute; considerada uma das piores formas de trabalho infantil. &ldquo;O Brasil se prontificou a erradicar o trabalho infantil at&eacute; 2016, e Aragua&iacute;na se encontra como uma das cidades de maior impacto, quando a principal atividade de explora&ccedil;&atilde;o &eacute; justamente uma das piores&rdquo;.</span>

Comentários pelo Facebook: