Sobral – 300×100
Seet

História das olimpíadas é contada para mais de 8 mil pessoas no dia 7 de setembro em Araguaína

admin -

<span style="font-size:14px;">Em Aragua&iacute;na, a comemora&ccedil;&atilde;o dos 193 anos da Independ&ecirc;ncia do Brasil reservou grandes celebra&ccedil;&otilde;es. O tradicional Desfile C&iacute;vico e Militar de 7 de Setembro, organizado pela Prefeitura, aconteceu na Avenida Filad&eacute;lfia e reuniu, na manh&atilde; desta segunda-feira, mais de oito mil pessoas, entre participantes e p&uacute;blico. O desfile contou a hist&oacute;ria das Olimp&iacute;adas, manteve a tradi&ccedil;&atilde;o das fanfarras e inovou com a participa&ccedil;&atilde;o de skatistas e patinadores. Ao todo, foram 24 pelot&otilde;es.<br />
<br />
&ldquo;<em>&Eacute; importante que preservemos a civilidade. Um dos caminhos &eacute; a escola. O outro &eacute; momentos como esses. Amar nossa p&aacute;tria faz parte da vontade de tornar nosso Pa&iacute;s e, consequentemente, nossa cidade melhores&rdquo;</em>, avaliou o prefeito Ronaldo Dimas.<br />
<br />
<strong><u>Ol&iacute;mp&iacute;adas</u></strong><br />
<br />
O tema deste ano foi escolhido devido &agrave; realiza&ccedil;&atilde;o dos Jogos Ol&iacute;mpicos no Brasil, que acontecem em 2016 no Rio de Janeiro. Al&eacute;m das modalidades esportistas, os pelot&otilde;es das escolas municipais contaram a hist&oacute;ria dos jogos, as belezas da cidade-sede e trouxeram apresenta&ccedil;&otilde;es art&iacute;sticas, como a gin&aacute;stica r&iacute;tmica.<br />
<br />
O deficiente visual Hudson Rafael, de 11 anos, aluno da Escola Municipal Zeca Barros, participou do desfile pela primeira vez. Ele estava no pelot&atilde;o que representava os atletas paraol&iacute;mpicos. <em>&ldquo;Penso em ser atleta, jogo v&ocirc;lei e futebol, participar do desfile &eacute; emocionante</em>&rdquo;, contou.<br />
<br />
A professora Alda Alves, da Escola Municipal Olavo Bilac, explicou que o desfile &eacute; a culmin&acirc;ncia do patriotismo que &eacute; trabalhado em sala de aula. &ldquo;Mostramos a eles sobre a import&acirc;ncia de estar representando o Pa&iacute;s nos dias de hoje&rdquo;, apontou.<br />
<br />
<strong><u>Inova&ccedil;&otilde;es</u></strong><br />
<br />
Grupos de patinadores e skatistas foram as inova&ccedil;&otilde;es deste ano no desfile. O objetivo da participa&ccedil;&atilde;o no evento &eacute; o incentivo ao esporte, como explica um dos idealizadores do Grupo RUA, Charles Michel Vasconcelos: &ldquo;<em>Estamos divulgando o esporte e esta modalidade est&aacute; presente em nossa cidade com 93 membros ativos&rdquo;</em>.<br />
<br />
Os skatistas se apresentaram na avenida mostrando algumas manobras do esporte. &ldquo;Queremos chamar a aten&ccedil;&atilde;o para um esporte din&acirc;mico e de boa aceita&ccedil;&atilde;o. Temos mais de 100 participantes ativos na cidade&rdquo;, assinalou o skatista F&aacute;bio Souza.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/72(1).jpg" style="width: 300px; height: 200px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px; float: left;" /><img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/7(1).jpg" style="width: 300px; height: 200px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px; float: right;" /><br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<strong><u>Tradi&ccedil;&atilde;o</u></strong><br />
<br />
A tradi&ccedil;&atilde;o das fanfarras foram bem evidenciadas na apresenta&ccedil;&atilde;o. Al&eacute;m da Fanfarra Municipal, mais sete escolas apresentaram m&uacute;sicas e ritmos ensaiados o ano inteiro para o evento. Como &eacute; o caso da estudante &Acirc;ngela dos Santos, que participa h&aacute; tr&ecirc;s anos da fanfarra do Col&eacute;gio Santa Cruz. &ldquo;<em>A fanfarra representa a m&uacute;sica para o nosso Pa&iacute;s. Vim desfilar porque formamos o futuro desta tradi&ccedil;&atilde;o&rdquo;</em>, afirmou a estudante.<br />
<br />
Al&eacute;m das fanfarras, pelot&otilde;es tradicionais do desfile tamb&eacute;m se apresentaram na avenida, como a Universidade da Maturidade, escolas estaduais, representantes da Ma&ccedil;onaria, como a Ordem Demoley e a A&ccedil;&atilde;o Parama&ccedil;&ocirc;nica Juvenil (APJ), e o Corpo de Bombeiros.<br />
<br />
<strong><u>P&uacute;blico</u></strong><br />
<br />
Levar a fam&iacute;lia para assistir ao evento tamb&eacute;m j&aacute; &eacute; tradicional no 7 de Setembro. A av&oacute; Eva de Castro estava com mais 10 membros da fam&iacute;lia, entre filhos e netos, para prestigiar o desfile. &ldquo;<em>Gostaria que nossos filhos crescessem com essa tradi&ccedil;&atilde;o, assim como n&oacute;s fomos criados, festejando este dia</em>&rdquo;, explicou.</span>

Comentários pelo Facebook: