Seet
Sobral – 300×100

Escritor tocantinense faz publicação no Almanaque Santo Antônio no Rio de Janeiro

admin -

<div>
<span style="font-size:14px;">O jornalista e poeta tocantinense Zacarias&nbsp;Martins est&aacute; presente no Almanaque Santo Ant&ocirc;nio, da Editora Vozes.&nbsp; A edi&ccedil;&atilde;o de 2016 foi lan&ccedil;ada no m&ecirc;s passado no Rio de Janeiro.</span></div>
<br />
<span style="font-size:14px;">Publica&ccedil;&atilde;o campe&atilde; de vendas da editora, o Almanaque Santo Ant&ocirc;nio &eacute; publicado h&aacute; 39 anos, tendo a coordena&ccedil;&atilde;o do Frei Edrian Josu&eacute; Pasini e conta com a colabora&ccedil;&atilde;o de leitores de todo o Brasil.<br />
<br />
Nesta edi&ccedil;&atilde;o, foram publicadas cinco colabora&ccedil;&otilde;es enviadas por Zacarias Martins. Na primeira, Martins divulga os cuidados que se deve ter com as unhas. Ele lembra que a pele &eacute; naturalmente composta por bilh&otilde;es de bact&eacute;rias e fungos e que por causa disso &eacute; considerada a parte mais contaminada do corpo e precisa de aten&ccedil;&atilde;o e cuidados especiais.<br />
<br />
<em>&ldquo;Debaixo&nbsp; das unhas de uma pessoa podem ser encontradas sujeiras, restos celulares, germes como fungos e bact&eacute;rias e parasitas, al&eacute;m de res&iacute;duos de tudo com que tivemos contatos. Da&iacute; a import&acirc;ncia de cuidados especiais com essa parte do corpo&rdquo;,</em> ensina. Em outro texto, a colabora&ccedil;&atilde;o enviada por Martins trata do Dia Nacional do Teste do Pezinho, comemorado dia 06 de junho.<br />
<br />
Informa&ccedil;&atilde;o sobre as&nbsp; fun&ccedil;&otilde;es dos pelos em nosso corpo tamb&eacute;m foi outra colabora&ccedil;&atilde;o enviada por Zacarias Martins. No texto &eacute; explicado&nbsp; a funcionalidade dos pelos das sobrancelhas, dos c&iacute;lios, do nariz,&nbsp; das axilas at&eacute; os pelos p&uacute;blicos.<br />
<br />
J&aacute; no campo da culin&aacute;ria Zacarias Martins apresenta a receita da &ldquo;Jerimubola&rdquo;, um prato&nbsp; muito apreciado por tocantinenses e goianos, que &eacute; feito a partir da ab&oacute;bora cozida e espremida.&nbsp; Em outro texto&nbsp; registra a&nbsp; hist&oacute;ria do p&atilde;o no Brasil.&nbsp; <em>&ldquo;O p&atilde;o franc&ecirc;s brasileiro n&atilde;o tem muito&nbsp; a ver com os verdadeiros p&atilde;es franceses; diferem do p&atilde;o europeu por ter uma casca mais fina e, em algumas receitas um pouco de a&ccedil;&uacute;car e gordura na massa tornando o p&atilde;o mais macio&rdquo;</em>, explica.<br />
<br />
<strong><u>Variedades</u></strong><br />
<br />
Segundo Martins, o Almanaque Santo Ant&ocirc;nio &eacute; uma publica&ccedil;&atilde;o multitem&aacute;tica rica em sabedoria cient&iacute;fica e popular.<br />
<br />
<em>&ldquo;No Almanaque encontramos o tempo palpitante entre o passado, o presente e o futuro, assumindo, deste modo, um car&aacute;ter atemporal&rdquo;, afirma, lembrando ainda que esse tipo de publica&ccedil;&atilde;o j&aacute; fez parte da inf&acirc;ncia e da vida de muita gente, citando como exemplos os almanaques de farm&aacute;cias, os de conhecimentos gerais e os espec&iacute;ficos numa linha cient&iacute;fica. &ldquo;Um dia tomamos um em nossas m&atilde;os e sentimo-nos convidados a l&ecirc;-lo, sem considerar a &eacute;poca em que fora escrito. Os santos continuam ali, de forma atual; contos, passatempo, ecologia, culin&aacute;ria, dicas de sa&uacute;de, culin&aacute;ria, humor e muitas curiosidades</em>&rdquo;, destaca.<br />
<br />
<strong><u>Leitura</u></strong><br />
<br />
Frei Edrian Josu&eacute; Pasini, organizador da publica&ccedil;&atilde;o, destaca que a leitura de um livro cria um di&aacute;logo interior e, neste caso, gera propostas e conduz o leitor a mudan&ccedil;as internadas. Ele destaca que ler um livro &eacute; buscar na experi&ecirc;ncia de seu autor outras perspectivas, confrontando-as com as suas. &ldquo;<em>O Almanaque Santo Ant&ocirc;nio, com simplicidade, quer propor ao leitor a descoberta do tesouro de conhecimento e sabedoria que est&aacute; reservado em suas p&aacute;ginas e, a partir das perspectivas de vida e de experi&ecirc;ncias difundidas na variedade de textos de que &eacute; feito, apontar novas maneiras de pensar e agir&rdquo;,</em> finalizou Frei Edrian.</span>

Comentários pelo Facebook: