Sobral – 300×100
Seet

Empresa espanhola vai instalar parques solares no Tocantins

admin -

<span style="font-size:14px;">Uma empresa espanhola do Grupo Premier, com sede no Rio de Janeiro (RJ) e especializada na estrutura&ccedil;&atilde;o de projetos de gera&ccedil;&atilde;o de energia de fonte solar, apresentou o projeto de instala&ccedil;&atilde;o de dois parques solares fotovoltaicos em Miracema do Tocantins, a 80 km de Palmas.<br />
<br />
A apresenta&ccedil;&atilde;o do projeto ocorreu em reuni&atilde;o realizada nesta sexta-feira&nbsp; (11) na Secretaria do Desenvolvimento Econ&ocirc;mico e Turismo (Sedetur). Os empres&aacute;rios foram recebidos pelo subsecret&aacute;rio do Desenvolvimento Econ&ocirc;mico e Turismo, Jos&eacute; Carlos Bezerra, e t&eacute;cnicos da pasta.<br />
<br />
Com a instala&ccedil;&atilde;o das usinas, o Tocantins deve ficar entre os maiores produtores de energia fotovoltaica entre os estados brasileiros. O gestor da empresa, Paulo Feitosa, explica que o projeto j&aacute; est&aacute; habilitado, com licen&ccedil;a ambiental e outorga liberadas. Em leil&atilde;o realizado pela Ag&ecirc;ncia Nacional de Energia El&eacute;trica (Aneel) em agosto deste ano, j&aacute; foi feita a venda pr&eacute;via da energia a ser produzida – que inicialmente ser&aacute; de 5MW – e que deve ser entregue at&eacute; 2017. O projeto total envolve 12 parques instalados em cinco fazendas da regi&atilde;o.<br />
<br />
De acordo com o subsecret&aacute;rio, o empreendimento vai trazer impacto econ&ocirc;mico e social. &ldquo;<em>A instala&ccedil;&atilde;o dos parques &eacute; de extrema import&acirc;ncia para aumentar a gera&ccedil;&atilde;o de energia, com uma tecnologia limpa e renov&aacute;vel. Al&eacute;m disso, os investimentos financeiros v&atilde;o impactar sobre a economia da regi&atilde;o, proporcionando oportunidade de novos empregos e arrecada&ccedil;&atilde;o de impostos&rdquo;</em>, avalia Jos&eacute; Carlos.<br />
<br />
No total, os parques devem produzir 240MW de energia, que entrar&atilde;o para o Sistema Integrado Nacional (SIN). &ldquo;Por uma quest&atilde;o estrat&eacute;gica Miracema mostrou-se a melhor op&ccedil;&atilde;o para n&oacute;s. Com a contru&ccedil;&atilde;o desses parques, o Estado do Tocantins passa a compor o mapa nacional de gera&ccedil;&atilde;o de energia solar&rdquo;, informa Paulo Feitosa.<br />
<br />
Al&eacute;m de apresentar o projeto, na reuni&atilde;o foram abordadas ainda informa&ccedil;&otilde;es sobre a infrestrutura local, log&iacute;stica e forma&ccedil;&atilde;o de m&atilde;o-de-obra. A expectativa &eacute; de que a constru&ccedil;&atilde;o das duas primeiras unidades se inicie em abril de 2016. &ldquo;<em>N&oacute;s estamos sempre abertos a receber os empres&aacute;rios. A &uacute;nica coisa que pedimos &eacute; que busquem usar a m&atilde;o-de-obra local e que, quando poss&iacute;vel, comprem produtos dos empres&aacute;rios da regi&atilde;o&rdquo;</em>,&nbsp; informa o superintendente de Desenvolvimento Econ&ocirc;mico, Vilmar Carneiro.<br />
<br />
O diretor de Desenvolvimento Estrat&eacute;gico e Atra&ccedil;&atilde;o de Investimentos da Sedetur, Paulo Mendon&ccedil;a, refor&ccedil;ou que esta apr&oacute;xima&ccedil;&atilde;o entre os investidores e os &oacute;rg&atilde;os de gest&atilde;o p&uacute;blicos ajuda na labora&ccedil;&atilde;o de pol&iacute;ticas que favore&ccedil;am o desenvolvimento da economia do Estado. <em>&ldquo;As informa&ccedil;&otilde;es que v&ecirc;m do empres&aacute;rio s&atilde;o sempre muito importantes</em>&rdquo;, pontuou.</span>

Comentários pelo Facebook: