Sobral – 300×100
Seet

Quatro homens fortemente armados invadem Correios de Wanderlândia

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">Valterlei Irineu de Carvalho, de 33 anos e Bruno Mendes Correia (22), foram presos pela Pol&iacute;cia Militar nesta manh&atilde; de sexta-feira (23), ap&oacute;s assaltarem a ag&ecirc;ncia dos Correios da cidade de Wanderl&acirc;ndia -TO. A pris&atilde;o aconteceu na rodovia estadual TO-010, que liga as cidades de Wanderl&acirc;ndia e Anan&aacute;s.<br />
<br />
Assim que aconteceu o roubo, por volta das 8h da manh&atilde;,&nbsp; foi feito um plano de articula&ccedil;&atilde;o, onde, atrav&eacute;s da r&aacute;dio difus&atilde;o de informa&ccedil;&otilde;es, montou-se uma opera&ccedil;&atilde;o de cerca e bloqueio nas entradas e sa&iacute;das das cidades circunvizinhas e duas horas depois os indiv&iacute;duos foram interceptados em uma blitz na rodovia.<br />
<br />
<u><strong>Roubo</strong></u><br />
<br />
Antes do roubo os dois homens entraram na resid&ecirc;ncia do gerente com arma em punho, levaram o mesmo at&eacute; a ag&ecirc;ncia dos correios, onde o obrigaram&nbsp; a abrir o cofre e entregar-lhes todo o dinheiro. Em seguida os assaltantes fugiram em um ve&iacute;culo Fiesta preto, placa MWO-0556 de propriedade da v&iacute;tima. Assim que sa&iacute;ram do per&iacute;metro urbano de Anan&aacute;s, os criminosos abandonaram o ve&iacute;culo do gerente e seguiram em um P&aacute;lio prata, placa ESH-3721 de S&atilde;o Paulo, que j&aacute; estava no local.<br />
<br />
A alta velocidade do ve&iacute;culo chamou a aten&ccedil;&atilde;o dos policiais e foi interceptado. Ao ser realizada uma abordagem e uma vistoria veicular foi encontrado no interior do carro dos assaltantes, uma pistola calibre 380mm, um rev&oacute;lver calibre 38, um colete bal&iacute;stico e cerca de R$ 40 mil em dinheiro, provavelmente produto do roubo.<br />
<br />
Os presos foram encaminhados junto com as armas e o dinheiro apreendidos para a Superintend&ecirc;ncia de Pol&iacute;cia Federal em Aragua&iacute;na, por se tratar de um crime contra &oacute;rg&atilde;o pertencente a Uni&atilde;o.</span></div>

Comentários pelo Facebook: