Seet
Sobral – 300×100

Estudantes do 3° ano têm níveis baixos de leitura no Tocantins e mais 19 Estados, aponta avaliação

admin -

<span style="font-size:14px;">Mais da metade dos alunos do 3&ordm; ano do ensino fundamental de 20 Estados apresentou baixo desempenho em leitura. Os dados fazem parte da Avalia&ccedil;&atilde;o Nacional de Alfabetiza&ccedil;&atilde;o (ANA) 2014, divulgado nesta quinta-feira (17) pelo Minist&eacute;rio da Educa&ccedil;&atilde;o (MEC). Isso significa que esses estudantes s&oacute; s&atilde;o capazes de ler textos muitos simples e, em alguns casos, n&atilde;o conseguem entender sobre o que ele trata.<br />
<br />
Em leitura, a ANA&nbsp; divide o resultado dos alunos em quatro n&iacute;veis. Em 20 Estados, mais da metade das crian&ccedil;as ficaram nos dois n&iacute;veis mais baixos. S&atilde;o eles: Acre,Alagoas, Amap&aacute;, Amazonas, Bahia, Goi&aacute;s, Maranh&atilde;o, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Par&aacute;, Para&iacute;ba, Pernambuco, Piau&iacute;, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rond&ocirc;nia, Roraima, Sergipe e Tocantins.&nbsp;Em todo o pa&iacute;s, 56,17% dos alunos t&ecirc;m baixo n&iacute;vel de leitura.<br />
<br />
Em apenas sete unidades da federa&ccedil;&atilde;o o desempenho em leitura foi considerado positivo, ou seja, mais da metade dos alunos conseguiu atingir os dois n&iacute;veis mais altos na avalia&ccedil;&atilde;o do MEC. S&atilde;o eles: Cear&aacute;, Distrito Federal, Esp&iacute;rito Santo,Minas Gerais, Paran&aacute;, Santa Catarina e S&atilde;o Paulo.&nbsp;O pior desempenho em leitura foi dos alunos do Maranh&atilde;o e o melhor, de Minas Gerais.<br />
<br />
Na avalia&ccedil;&atilde;o anterior divulgada pelo MEC, 22 Estados apresentam baixo desempenho em leitura. De 2013 para 2014, dois deles conseguiram melhorar as notas, Esp&iacute;rito Santo e Cear&aacute;.<br />
<br />
<strong><u>Escrita</u></strong><br />
<br />
A ANA 2014 tamb&eacute;m avaliou as habilidades de escrita dos alunos do 3&ordm; ano do ensino fundamental, que foram divididas em cinco n&iacute;veis de desempenho. Em nove Estados (AL, AP, AM, BA, MA, PA, PB, PI e SE) mais da metade dos alunos tirou as tr&ecirc;s piores notas na avalia&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
Esse resultado representa que um em cada tr&ecirc;s alunos brasileiros n&atilde;o consegue escrever textos curtos e compreens&iacute;veis.<br />
<br />
Na lista geral dos Estados, a lanterna fica com Par&aacute;, onde 65,73% dos estudantes tiveram baixo desempenho, sendo 1 e cada 4 tiraram a pior nota. Na outra ponta, Santa Catarina apresentou o melhor resultado. No Estado, 86,61% dos alunos alcan&ccedil;aram o melhor desempenho em escrita.<br />
<br />
<strong><u>Matem&aacute;tica</u></strong><br />
<br />
J&aacute; os resultados da ANA 2014 em matem&aacute;tica mostram que 57,07% dos alunos de todo o pa&iacute;s tem baixo desempenho em matem&aacute;tica. Nessa etapa, s&atilde;o quatro resultados poss&iacute;veis, sendo que em 22 Estados mais da metade dos estudantes tirou as duas notas mais baixas da escala.<br />
<br />
Isso significa que na maior parte do pa&iacute;s os alunos do 3&ordm; ano do ensino fundamental n&atilde;o conseguem somar ou fazer problemas com n&uacute;meros de at&eacute; tr&ecirc;s algarismos.<br />
<br />
Na disciplina, o desempenho s&oacute; foi positivo, ou seja, mais da metade dos alunos tirou as duas melhores notas, em cinco unidades da federa&ccedil;&atilde;o: DF, MG, PR, SC e SP. Nos outros 22 Estados a maior parte dos alunos tirou as notas baixas.<br />
<br />
Os melhores resultados em matem&aacute;tica foram atingidos por Minas Gerais e os piores, pelo Maranh&atilde;o.</span>

Comentários pelo Facebook: