Sobral – 300×100
Seet

Menos de 60% dos araguainenses pretendem presentear no Dia das Crianças, aponta pesquisa

admin -

<span style="font-size:14px;">O dia das crian&ccedil;as, data celebrada anualmente no dia 12 de outubro, ser&aacute; mais econ&ocirc;mico para quem vai presentear crian&ccedil;as em Aragua&iacute;na. Foi o que apontou a pesquisa de expectativa de consumo para essa data realizada nas tr&ecirc;s maiores cidades do Estado. Uma das datas mais importantes para o setor do com&eacute;rcio ser&aacute; lembrado por 58,8% dos araguainenses.<br />
<br />
J&aacute; em Palmas, 72,3% dos pesquisados que v&atilde;o presentear no dia das crian&ccedil;as. Gurupi, a terceira maior cidade do Estado, o percentual ficou em 60,5%.<br />
<br />
A pesquisa, realizada pelo Instituto Fecom&eacute;rcio Tocantins, em parceria com Universidade Federal do Tocantins (UFT), revelou ainda uma redu&ccedil;&atilde;o significativa na inten&ccedil;&atilde;o de compras na Capital, com rela&ccedil;&atilde;o ao ano passado. Em 2014, esse n&uacute;mero foi de 93,1% em Palmas. Na m&eacute;dia, 63,8% dos pesquisados nas tr&ecirc;s cidades disseram que pretendem presentear, revelando um recuo de 15,6% com rela&ccedil;&atilde;o ao ano passado, que registrou a m&eacute;dia de 79,5%.<br />
<br />
<strong><u>Palmas</u></strong><br />
<br />
Na Capital, 72,3% pretendem presentear os filhos (37,5%) com brinquedos (45,3%), adquirindo de um a dois presentes (62,6%) e fazendo essas compras em shoppings (34,2%). A inten&ccedil;&atilde;o de gasto com os presentes ficou entre R$ 100 e R$ 150 reais (31%), com pagamento em dinheiro (48,3%) e o desconto no pre&ccedil;o foi o item mais apontado (29,5%) como fator decisivo para a compra. Entre os que optaram pelo parcelamento da d&iacute;vida a ser contra&iacute;da, a maioria (62,9%) afirmou que o far&aacute; em apenas 3 parcelas. A pesquisa revelou ainda que 69,6% dos entrevistados disseram ter presenteado nessa mesma data em 2014.<br />
<br />
<strong><u>Gurupi</u></strong><br />
<br />
Em Gurupi, cidade que sempre tem tido a maior expectativa de consumo nas datas comerciais mais importantes, n&atilde;o se destacou. Dos entrevistados, 60,5% afirmaram que pretendem presentear seus sobrinhos (33%). O item mais apontado como presente tamb&eacute;m foi brinquedo (66,3%), adquirindo tamb&eacute;m de um a dois itens (72,1%). O com&eacute;rcio de rua foi o local de compra escolhido (79,2%) e a pretens&atilde;o de gasto ficou em at&eacute; R$ 50 reais (32,6%). A forma de pagamento mais citada foi em dinheiro (76%), o desconto no pre&ccedil;o foi o fator decisivo para a compra (33,1%) e a inten&ccedil;&atilde;o de parcelar mais apontada para o pagamento dos presentes foi em at&eacute; tr&ecirc;s vezes (82%). Os gurupienses que presentearam nessa mesma data em 2014 chegaram a 49,3%.<br />
<br />
<strong><u>Aragua&iacute;na</u></strong></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Em Aragua&iacute;na, dos pesquisados 58,8% confirmaram o desejo de presentear os filhos (40%) no dia das crian&ccedil;as, comprando brinquedos (63,4%), adquirindo de um a dois presentes (80,3%) e gastando at&eacute; R$ 50 reais (44,8%). Com 79,9%, o com&eacute;rcio de rua foi o local mais apontado para essa compra. O pagamento em dinheiro foi a forma mais apontada (64,1%), o parcelamento mais citado foi em at&eacute; tr&ecirc;s vezes (60%) e o desconto no pre&ccedil;o foi o item mais apontado como determinante para a compra (29,3%). Dos araguainenses, 62,5% afirmaram ter presenteado no Dia das Crian&ccedil;as em 2014.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><strong><u>Sobre a pesquisa</u></strong><br />
<br />
Realizada pelo Instituto Fecom&eacute;rcio Tocantins, em parceria com Universidade Federal do Tocantins (UFT), a pesquisa Expectativa de Consumo, Dia das Crian&ccedil;as 2015, teve a finalidade de permitir que os empres&aacute;rios do setor do com&eacute;rcio e prestadores de servi&ccedil;o pudessem conhecer o perfil e a tend&ecirc;ncia dos consumidores para o Dia das Crian&ccedil;as nas tr&ecirc;s maiores cidades do Estado: Palmas, Aragua&iacute;na e Gurupi.<br />
<br />
Em Palmas e Aragua&iacute;na, foram entrevistadas pessoas com renda familiar entre R$ 1.000 e R$ 1.500 reais. Em Gurupi, com a renda familiar de at&eacute; R$ 1.000 reais.<br />
<br />
Na Capital, foram 401 pessoas entrevistadas, de ambos os sexos, com idade entre 16 e 25 anos. Em Aragua&iacute;na, foram 379 entrevistas com pessoas de ambos os sexos e idade entre 18 e 25 anos. Em Gurupi, foram entrevistadas 400 pessoas de ambos os sexos, tamb&eacute;m com idade entre 18 e 25 anos. A pesquisa foi aplicada nos tr&ecirc;s munic&iacute;pios entre os dias nove e onze de setembro.</span>

Comentários pelo Facebook: