Sobral – 300×100
Seet

Aspol critica projeto que reduz autonomia do Conselho Superior da Polícia Civil e discute concurso

admin -

<span style="font-size:14px;">O presidente da Associa&ccedil;&atilde;o dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Aspol), Paulinho Sousa Lima, esteve na Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins (AL)&nbsp; na manh&atilde; desta ter&ccedil;a-feira (22) onde buscou apoio dos parlamentares para derrubar o Projeto de Lei 46/2013, de autoria do Poder Executivo.<br />
<br />
O PL visa revogar a compet&ecirc;ncia do Conselho Superior da Pol&iacute;cia Civil de manifestar-se sobre conclus&atilde;o de processo administrativo disciplinar (inciso VII, do Art. 3&ordm; da Lei 1.650 de 2005). &ldquo;<em>Se for aprovado pelo plen&aacute;rio, perderemos uma das compet&ecirc;ncias vitais do Conselho Superior. Necessitamos de maior autonomia e senso democr&aacute;tico e n&atilde;o caminhar para tr&aacute;s, como prop&otilde;e este o PL 46/2013&rdquo;</em>, criticou o presidente da Aspol.<br />
<br />
O texto j&aacute; obteve aprova&ccedil;&atilde;o nas comiss&otilde;es de Constitui&ccedil;&atilde;o e Justi&ccedil;a (CCJ) e de Finan&ccedil;as e Tributa&ccedil;&atilde;o (CFT) e agora caminha para discuss&atilde;o para aprova&ccedil;&atilde;o dos deputados estaduais. Paulinho esteve acompanhado de outros representantes de entidades ligadas &agrave; Pol&iacute;cia Civil como Moisemar Marinho (Sinpol), Magdiel Lindoso (Agepens) e Darlan Sousa (Agepens).<br />
<br />
<strong><u>Concurso</u></strong><br />
<br />
Outro compromisso do grupo&nbsp; ainda na manh&atilde; desta ter&ccedil;a-feira foi uma reuni&atilde;o na Secretaria da Seguran&ccedil;a P&uacute;blica, quando foi discutida a continuidade do concurso da Pol&iacute;cia Civil, com a realiza&ccedil;&atilde;o da Academia de Pol&iacute;cia, em 2016.<br />
<br />
O presidente da Aspol se reuniu com os candidatos aprovados no concurso e que fizeram manifesta&ccedil;&atilde;o em frente a Secretaria de Seguran&ccedil;a P&uacute;blica. &ldquo;J<em>&aacute; temos um ano da conclus&atilde;o do Teste de Aptid&atilde;o F&iacute;sic (TAF) e ainda aguardamos as pr&oacute;ximas etapas do certame. A Aspol se solidariza &agrave; causa dos aprovados, pois precisamos aumentar o efetivo para que a atividade fim da Pol&iacute;cia Civil seja cumprida com excel&ecirc;ncia, garantindo a seguran&ccedil;a da sociedade tocantinense&rdquo;, </em>comentou Paulinho Sousa Lima.</span>

Comentários pelo Facebook: