Sobral – 300×100
Seet

Olyntho Neto discute melhorias para juventude do PSDB; "temos que tomar a frente das mudanças", conclama

admin -

<span style="font-size:14px;">O deputado e presidente da Juventude Nacional do PSDB, Olyntho Neto, se reuniu com dirigentes do partido em Brasilia para debater o estatuto da Juventude, promovendo uma reestrutura&ccedil;&atilde;o no segmento. &ldquo;<em>Estamos incentivando maior intera&ccedil;&atilde;o entre os movimentos que envolvem a Juventude com mais dinamismo</em>&rdquo;, disse Olynhto.<br />
<br />
Ele avalia que, por ser formatado em outra &eacute;poca, o sistema partid&aacute;rio precisa ser modernizado, acompanhando as mudan&ccedil;as e a realidade do mundo moderno.<br />
<br />
Dirigentes jovens de v&aacute;rios estados brasileiros participaram do encontro onde tamb&eacute;m foi feita a coleta de sugest&otilde;es que ajudar&atilde;o a aprimorar o Estatuto da Juventude do PSDB.<br />
<br />
<em>&ldquo;O pa&iacute;s passa por um novo momento. O povo quer uma nova pol&iacute;tica e o PSDB entende isso. N&oacute;s, jovens, temos que tomar a frente das mudan&ccedil;as que ocorrer&atilde;o, temos que estar na vanguarda, assimilar e avan&ccedil;ar. Estamos reformulando tudo, procurando fazer com que mais jovens tenham interesse em participar das discuss&otilde;es</em>&rdquo;, explicou o Presidente.<br />
<br />
A reformula&ccedil;&atilde;o passa por crit&eacute;rios de idade, estrutura, garantia de apoio &agrave;s demandas e, mais envolvimento em crowdfunding, redes sociais e atua&ccedil;&atilde;o jovem de uma forma geral.<br />
<br />
<strong><u>Conselho Penitenci&aacute;rio</u></strong><br />
<br />
Em Palmas, o Conselho Penitenci&aacute;rio do Estado do Tocantins realizou reuni&atilde;o extraordin&aacute;ria nesta sexta-feira (25). Membro titular do Conselho, o deputado Olyntho (PSDB), participou das discuss&otilde;es que evolveram temas como a Lei de Execu&ccedil;&atilde;o Penal (LEP), pedidos de comuta&ccedil;&atilde;o de pena e o relat&oacute;rio final das visitas &agrave;s unidades prisionais do Estado.<br />
<br />
Os contratos com as empresas Umanizzare e Vogue,&nbsp; que prestam servi&ccedil;o para o Estado nos pres&iacute;dios do Tocantins seriam analisados, mas os documentos n&atilde;o foram entregues ao Conselho.<br />
<br />
Os conselheiros solicitaram, por meio de Of&iacute;cio, a documenta&ccedil;&atilde;o referente a esses contratos, mas n&atilde;o houve resposta, segundo a presidente do Conselho Ana Cibele Ferreira Chaves. O deputado Olyntho sugeriu que a solicita&ccedil;&atilde;o seja feita por Requerimento na Assembl&eacute;ia Legislativa, o que foi prontamente aprovado pelos conselheiros na reuni&atilde;o.</span>

Comentários pelo Facebook: