Sobral – 300×100
Seet

MPE pede cassação do mandato do vice-prefeito de Santa Fé por morar no Estado do Mato Grosso

admin -

<span style="font-size:14px;">Apesar de diplomado e receber mensalmente o sal&aacute;rio referente ao cargo que ocupa, o vice-prefeito de Santa F&eacute; do Araguaia (TO), O&iacute;dio Gon&ccedil;alves de Oliveira (PSDB), &eacute; alvo de uma Medida Cautelar proposta pelo Minist&eacute;rio P&uacute;blico Eleitoral. De acordo com as investiga&ccedil;&otilde;es, o gestor praticou fraude eleitoral ao apresentar declara&ccedil;&atilde;o falsa de resid&ecirc;ncia no domic&iacute;lio eleitoral para o qual foi eleito.<br />
<br />
Segundo o MPE, al&eacute;m de n&atilde;o residir no local de domic&iacute;lio, O&iacute;dio Gon&ccedil;alves tamb&eacute;m deixou de exercer as atribui&ccedil;&otilde;es inerentes ao cargo de vice-prefeito. Por esses motivos, no &uacute;ltimo dia 01, o Promotor Alzemiro Wilson Peres Freitas, da 34&ordf; Zona Eleitoral, ajuizou uma Medida Judicial na Justi&ccedil;a Eleitoral, requerendo o afastamento dos cargos e a cassa&ccedil;&atilde;o dos mandatos da prefeita M&aacute;rcia Aparecida Costa Bento e vice O&iacute;dio Gon&ccedil;alves.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/oidio-fazenda-novo-horizonte.jpg" style="width: 161px; height: 225px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px; float: right;" />As investiga&ccedil;&otilde;es do Minist&eacute;rio P&uacute;blico Eleitoral revelaram que o vice-prefeito exercia, at&eacute; fevereiro deste ano, atividade remunerada no Estado do Mato Grosso, local onde mora, e mesmo assim, continuava recebendo os proventos com recursos do munic&iacute;pio de Santa F&eacute; do Araguaia, cidade em que, na teoria, seria vice-prefeito.<br />
<br />
Em declara&ccedil;&atilde;o prestada ao promotor eleitoral, o acusado confessa as irregularidades e afirma que somente ap&oacute;s ter sido pressionado, resolveu voltar de fato e de direito para o cargo. <em>&ldquo;Torna-se imperioso ressaltar que O&iacute;dio Gon&ccedil;alves prestou declara&ccedil;&atilde;o falsa de domic&iacute;lio eleitoral &agrave; Justi&ccedil;a Eleitoral, no af&atilde; de obter sua diploma&ccedil;&atilde;o, agindo conjuntamente com a prefeita&rdquo;</em>, disse Alzemiro.<br />
<br />
O Promotor ressalta, ainda, que pelo fato de n&atilde;o ter domic&iacute;lio eleitoral em Santa F&eacute; do Araguaia, O&iacute;dio n&atilde;o poderia sequer ter se alistado como eleitor do Munic&iacute;pio, de modo que a diploma&ccedil;&atilde;o do mesmo torna-se nula.</span>

Comentários pelo Facebook: