Seet
Sobral – 300×100

Grupo “Mulheres pela Ordem” promove cine debate sobre advocacia feminina e mercado de trabalho

admin -

<span style="font-size:14px;">O grupo &ldquo;<em>Mulheres pela Ordem</em>&rdquo; promove cine debate sobre a advocacia feminina e o mercado de trabalho. <em>&ldquo;A mulher e o mercado de trabalho</em>&rdquo; &eacute; o tema do cine debate que ir&aacute; acontecer nesta quinta-feira (08) &agrave;s 19h, no teatro de bolso do memorial Coluna Prestes.<br />
<br />
O grupo, que respalda a pr&eacute;-candidatura de Walter Ohofugi &agrave; presid&ecirc;ncia da OAB-TO, exibir&aacute; o document&aacute;rio &ldquo;<em>Mulheres Invis&iacute;veis&rdquo;</em>.<br />
<br />
O cine debate tamb&eacute;m &eacute; uma parceria com a Casa 8 de Mar&ccedil;o. A entrada &eacute; um livro ou produto de higiene feminina para as mulheres atendidas pela casa.<br />
<br />
O document&aacute;rio <em>&ldquo;Mulheres Invis&iacute;veis&rdquo;</em> &eacute; uma produ&ccedil;&atilde;o da Organiza&ccedil;&atilde;o Feminista Sempreviva. Durante o evento tamb&eacute;m haver&aacute; apresenta&ccedil;&atilde;o de dan&ccedil;a e esquete teatral.<br />
<br />
Para o advogado Walter Ohofugi, a entrada das mulheres no mercado de trabalho, que at&eacute; h&aacute; pouco tempo era dominado por homens, mudou a realidade. &ldquo;Mais da metade dos estudantes nos cursos de direto s&atilde;o mulheres. O mercado aprendeu a valorizar o temperamento mais flex&iacute;vel, a resist&ecirc;ncia &agrave;s diversidades e a capacidade de ouvir o pr&oacute;ximo&rdquo; destaca.<br />
<br />
<em>&ldquo;Tanto no mercado de trabalho quanto no contexto institucional a advogadas est&atilde;o dispostas a participar ativamente do processo pol&iacute;tico e decis&oacute;rio na Ordem dos Advogados, que atualmente se encontra num pacto de domina&ccedil;&atilde;o burocr&aacute;tica, que faz com que a institui&ccedil;&atilde;o tenha fun&ccedil;&otilde;es centralizadas, limitando o campo de atua&ccedil;&atilde;o da OAB nas causas em prol da sociedade, como o debate de g&ecirc;nero na pol&iacute;tica&rdquo;</em> frisa a advogada Graziela Reis.</span>

Comentários pelo Facebook: