Sobral – 300×100
Seet

Projeto "Educar, Conhecer para Preservar" realiza ações ambientais e auxilia participantes

admin -

<span style="font-size:14px;">A &uacute;ltima sexta-feira foi a finaliza&ccedil;&atilde;o de uma das etapas do Projeto <em>&ldquo;Educar, Conhecer para Preservar&rdquo;</em>, desenvolvido pela Prefeitura de Aragua&iacute;na (TO). No p&aacute;tio da Secretaria do Trabalho e A&ccedil;&atilde;o Social, a solenidade de encerramento reuniu instrutores, admiradores e servidores.<br />
<br />
A secretaria desenvolve o projeto em unidades de ensino, CRAS e Servi&ccedil;o de Conviv&ecirc;ncia. Al&eacute;m deles, estiveram presentes tamb&eacute;m a primeira-dama e presidente da Funda&ccedil;&atilde;o de Atividade Municipal Comunit&aacute;ria (Funamc), Nil Dimas, o secret&aacute;rio do Trabalho e A&ccedil;&atilde;o Social, Jos&eacute; da Guia, e o secret&aacute;rio da Habita&ccedil;&atilde;o, Geraldo Silva.<br />
<br />
Durante o evento foram expostos trabalhos confeccionados pelos participantes do projeto, em grande parte fam&iacute;lia carentes; mudas de plantas nativas; arte com material recicl&aacute;vel; e pratos feitos com restos de alimentos, como doces, bolos e sucos. O professor Claudiomar Martins ministrou tamb&eacute;m uma palestra sobre meio ambiente.<br />
<br />
Na execu&ccedil;&atilde;o do projeto em escolas, creches, CRAS e &aacute;reas degradadas, houve plantio de mudas, atividades em passeios tur&iacute;sticos e oficinas para ensinar os participantes a transformar lixo em arte, atrav&eacute;s da reciclagem de garrafas pet, vidros, CD&#39;s, filtro de ar condicionado e rolo de papel higi&ecirc;nico. O projeto tamb&eacute;m contou com a cria&ccedil;&atilde;o de composi&ccedil;&otilde;es em vidro e quadros feitos de biscuit.<br />
<br />
Superintendente de programas e projetos da secretaria, Socorro Ferreira avaliou como um sucesso o projeto, que possibilitou a gera&ccedil;&atilde;o de agentes de conhecimento da realidade local e global. Por esse motivo, ser&aacute; implantado dentro da secretaria, envolvendo todos os servidores. &ldquo;<em>Nosso mote foi a prote&ccedil;&atilde;o ao meio ambiente e oportunizar uma gera&ccedil;&atilde;o de renda, com a confec&ccedil;&atilde;o de materiais que iriam para o lixo</em>&rdquo;, disse, acrescentando que, principalmente agora, conta com o apoio da equipe da secretaria.<br />
<br />
<strong><u>Solidariedade</u></strong><br />
<br />
Observando os resultados expostos, a primeira-dama e presidente da Funda&ccedil;&atilde;o de Atividade Municipal Comunit&aacute;ria (Funamc), Nil Dimas, disse estar admirada com a aprova&ccedil;&atilde;o e positividade do projeto. Para ela, as bolsas feitas com leite longa vida demonstram a imensa criatividade das participantes. <em>&ldquo;Achei muito lindas, porque ningu&eacute;m nota observando assim. Com um custo m&eacute;dio de R$ 2 em cada uma, as bolsinhas podem ser comercializadas por at&eacute; 15 reais&rdquo;</em>, contabilizou dona Nil, apontando tamb&eacute;m para as arma&ccedil;&otilde;es de abajures feitos com bal&atilde;o e barbante.<br />
<br />
Segundo Nil, o maior pr&ecirc;mio &eacute; saber que fam&iacute;lias est&atilde;o sendo capacitadas para gerar renda. &ldquo;<em>O melhor trof&eacute;u &eacute; levar at&eacute; elas um curso gratuito e saber que trata-se de forma de gerar renda. Isso &eacute; muito gratificante&rdquo;</em>, disse a primeira dama, assegurando que os produtos t&ecirc;m boa aceita&ccedil;&atilde;o e sa&iacute;da. De acordo com ela, todos os produtos feitos com a criatividade dos participantes do projeto a partir de materiais recicl&aacute;veis ser&atilde;o vendidos e a renda arrecadada ser&aacute; revertida na compra de medicamentos e len&ccedil;&oacute;is para a Casa de Acolhimento Ana Carolina Ten&oacute;rio.<br />
<br />
H&aacute; cerca de um m&ecirc;s em execu&ccedil;&atilde;o, o projeto j&aacute; aconteceu no CRAS 1, no C&eacute;u Azul, e no CRAS 3 do Costa Esmeralda e no Servi&ccedil;o de Conviv&ecirc;ncia e Fortalecimento de V&iacute;nculos (SCFV – CRAS 1) do Setor Novo Horizonte. Nos dias 19 a 21 de outubro, ser&aacute; a vez dos moradores do CRAS 3, no Setor Maracan&atilde;, receberem as a&ccedil;&otilde;es.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><strong><u>Programa&ccedil;&atilde;o Maracan&atilde; (CRAS 3)</u></strong><br />
<br />
Dia 19 (segunda-feira)<br />
15h – Abertura com palestra sobre meio ambiente;<br />
<br />
Dia 20 (ter&ccedil;a-feira)<br />
9h e 14h -&nbsp; Oficina de Reciclagem;<br />
<br />
Dia 21 (quarta-feira)<br />
8h – Plantio de mudas;<br />
8h30 – Oficina de Reciclagem;<br />
14h – Culmin&acirc;ncia do projeto com entrega de certificado das oficinas.</span>

Comentários pelo Facebook: