Sobral – 300×100
Seet

Ronaldo Dimas precisa ser mais popular e trabalhar próximo às comunidades, pontua Silvina

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
Para avaliar os pontos positivos e negativos desses tr&ecirc;s meses de gest&atilde;o do prefeito de Aragua&iacute;na Ronaldo Dimas, o <em><strong>Portal AF Not&iacute;cias</strong></em> tamb&eacute;m ouviu a opini&atilde;o da vereadora de oposi&ccedil;&atilde;o Silvinia do Sintet (PT).&nbsp;<br />
<br />
Foram entrevistados ainda o presidente da C&acirc;mara de Vereadores, Marcus Marcelo (PR), e o l&iacute;der do prefeito Terciliano Gomes (PV).<br />
<br />
Os parlamentares elencaram os principais pontos positivos e negativos da gest&atilde;o; aqueles em que o prefeito se sobressaiu e onde n&atilde;o atendeu as expectativas dos araguainenses, justificando as respostas.<br />
<br />
Confira:&nbsp;<br />
<br />
<u><strong>Pontos positivos</strong></u><br />
<br />
<em>&quot;Um ponto positivo desta gest&atilde;o &eacute; o mutir&atilde;o de limpeza de Aragua&iacute;na. Sabemos que com muitas chuvas e lotes baldios a cidade fica suja, inclusive por n&atilde;o ser uma cidade planejada e n&atilde;o possuir rede de esgoto. Portanto, essa limpeza ajuda a prevenir muitas doen&ccedil;as.<br />
<br />
Em rela&ccedil;&atilde;o aos projetos de Lei do prefeito, avalio positivamente o REFIS que possibilita ao cidad&atilde;o o pagamento das d&iacute;vidas junto ao munic&iacute;pio com descontos de juros e multas. Outro ponto importante diz respeito &agrave; revoga&ccedil;&atilde;o da desapropria&ccedil;&atilde;o de &aacute;rea no Setor Aragua&iacute;na Sul para constru&ccedil;&atilde;o do novo Pa&ccedil;o Municipal. Ap&oacute;s se discutir, o prefeito recuou da ideia e percebeu que era mais vi&aacute;vel escolher outra &aacute;rea, ainda n&atilde;o habitada, evitando assim prejudicar os moradores.&nbsp; H&aacute; tamb&eacute;m o Projeto de Lei que d&aacute; direito ao Auxilio Moradia &agrave;s fam&iacute;lias que vivem em&nbsp; &aacute;reas de risco.&nbsp; Embora n&atilde;o sendo um valor adequado, &eacute; um incentivo para que a popula&ccedil;&atilde;o deixe essas &aacute;reas&quot;.</em><br />
<br />
<u><strong>Pontos negativos</strong></u><br />
<br />
<em>&quot;O primeiro ponto negativo&nbsp; &eacute; que o prefeito deveria despachar na prefeitura e n&atilde;o o faz. O espa&ccedil;o onde ele atualmente despacha &eacute; de dif&iacute;cil acesso &agrave; popula&ccedil;&atilde;o e o povo precisa ter acesso ao prefeito.&nbsp; Outro fator &eacute; que o prefeito precisa ser mais popular, trabalhar mais pr&oacute;ximos &agrave;s comunidades.<br />
<br />
J&aacute; em rela&ccedil;&atilde;o &agrave; malha vi&aacute;ria da cidade, embora ainda estejamos no per&iacute;odo de chuvas, j&aacute; s&atilde;o mais de noventa dias de governo e as ruas est&atilde;o praticamente intrafeg&aacute;veis, at&eacute; mesmo para os pedestres. Ent&atilde;o precisa de uma for&ccedil;a tarefa muito maior do que a que vem sendo realizada.<br />
<br />
Vejo tamb&eacute;m que n&atilde;o est&atilde;o pensando no saneamento b&aacute;sico, na rede de esgoto, antes de passar o asfalto. Dessa forma o trabalho ser&aacute; mais paliativo do que definitivo, e a popula&ccedil;&atilde;o perde muito.<br />
<br />
Outro problema &eacute; na sa&uacute;de. As crian&ccedil;as que adoecem durante a noite, mesmo os pais tendo condi&ccedil;&otilde;es financeiras de arcar com os custos, n&atilde;o h&aacute; locais para atendimento m&eacute;dico. E crian&ccedil;a n&atilde;o espera. Ent&atilde;o a popula&ccedil;&atilde;o est&aacute; totalmente desassistida de atendimento m&eacute;dico e de alguns exames que s&atilde;o inacess&iacute;veis. Precisamos de um trabalho emergencial na sa&uacute;de, h&aacute; farm&aacute;cias faltando medicamentos.<br />
<br />
Aragua&iacute;na tamb&eacute;m precisa de trabalho, de gera&ccedil;&atilde;o de emprego e renda. O gestor precisa pensar isso.<br />
<br />
Portanto, temos dois pontos principais que precisam de maior aten&ccedil;&atilde;o em nossa cidade: sa&uacute;de e infraestrutura urbana.&nbsp; Aragua&iacute;na est&aacute; um caos. Eu j&aacute; ouvi de alguns investidores que, ap&oacute;s visitarem a cidade, desistiram de investir porque n&atilde;o tem coragem de aplicar seus recursos em um munic&iacute;pio que est&aacute; praticamente abandonado pelo poder p&uacute;blico&quot;.</em></span></div>

Comentários pelo Facebook: