Sobral – 300×100
Seet

Após 3 dias à espera de atendimento, aposentada morre nos corredores do HRA

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">A aposentada Domingas Ferreira de Lima, 70 anos, natural da cidade de Xambio&aacute; (TO), morreu na noite da &uacute;ltima quinta-feira, 4, no Hospital Regional de Aragua&iacute;na (HRA). Segundo a fam&iacute;lia, ela estava h&aacute; 3 dias numa maca no corredor da Unidade Hospitalar, &agrave; espera de atendimento m&eacute;dico.<br />
<br />
Segundo as informa&ccedil;&otilde;es, Domingas enfrentava um c&acirc;ncer, estava num Hospital na cidade Xambio&aacute;, foi encaminhada ao HRA, mas como n&atilde;o havia vaga, ficou 3 dias deitada numa maca nos corredores do Hospital at&eacute; a morte chegar. O corpo da aposentada foi levado para sua cidade natal, local em que foi velado.<br />
<br />
<em>&quot;&Eacute; mais uma vida que se perde, sonhos jogados fora, mais uma fam&iacute;lia sem sua matriarca, mais uma v&iacute;tima do descaso do poder com a sa&uacute;de. (…) Seria poss&iacute;vel se recuperar nessas condi&ccedil;&otilde;es? Claro que n&atilde;o, &eacute; uma prova contundente de que a sa&uacute;de p&uacute;blica tocantinense est&aacute; na UTI, e n&oacute;s cidad&atilde;os estamos desamparados,</em>&quot; reclamou o genro da aposentada, Aleandro Silva.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Problemas</strong></u><br />
<br />
O Hospital Regional de Aragua&iacute;na tem sido alvo de muitas reclama&ccedil;&otilde;es, tanto no que se refere &agrave; estrutura f&iacute;sica, quanto ao prec&aacute;rio atendimento.&nbsp; No &uacute;ltimo dia 12 de mar&ccedil;o, o Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual cobrou explica&ccedil;&otilde;es, pois segundo a promotoria, h&aacute; den&uacute;ncias de escassez de insumos m&eacute;dicos&nbsp; e tamb&eacute;m problema com a falta material, instrumentaliza&ccedil;&atilde;o t&eacute;cnica, condi&ccedil;&otilde;es f&iacute;sicas, estruturais do pr&eacute;dio e instala&ccedil;&otilde;es e recursos humanos.</span></div>

Comentários pelo Facebook: