Sobral – 300×100
Seet

Apenas 5 cidades no Tocantins, das 139, possuem Corpo de Bombeiros

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
Reportagem do Fant&aacute;stico, programa da Rede Globo apresentado aos domingos, mostrou a precariedade e a triste realidade vivida por v&aacute;rias cidades do Brasil onde n&atilde;o h&aacute; Corpo de Bombeiros.&nbsp;<br />
<br />
Segundo a reportagem, apenas 14% das 5.570 cidades brasileiras t&ecirc;m Corpo de Bombeiros. E<br />
somente Rio de Janeiro, Distrito Federal e Amap&aacute; seguem padr&atilde;o de seguran&ccedil;a internacional. J&aacute; o Brasil tem 200 mil inc&ecirc;ndios por ano, cerca de 500 por dia.<br />
<br />
Os dados s&atilde;o de um estudo do Minist&eacute;rio da Ci&ecirc;ncia e Tecnologia, em parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnol&oacute;gicas de S&atilde;o Paulo (IPT). &ldquo;N&oacute;s temos aproximadamente 4,8 mil cidades sem bombeiros. A situa&ccedil;&atilde;o &eacute; muito, muito cr&iacute;tica&rdquo;, afirma o pesquisador do IPT Jos&eacute; Carlos Tomina.<br />
<br />
<u><strong>Tocantins</strong></u><br />
<br />
No Estado, a situa&ccedil;&atilde;o segue o mesmo padr&atilde;o dos outros munic&iacute;pios: descaso, falta de efetivo e aus&ecirc;ncia de equipamentos de trabalho.<br />
<br />
Conforme o Fant&aacute;stico, em Tocantins, das 139 cidades do estado, apenas cinco t&ecirc;m bombeiros (Palmas, Taquaralto, Gurupi, Aragua&iacute;na, Para&iacute;so e Porto Nacional). E se acontecer um inc&ecirc;ndio em um pr&eacute;dio, vai faltar um equipamento importante: a corpora&ccedil;&atilde;o n&atilde;o tem escadas do tipo Magirus, que ajudam no resgate de v&iacute;timas e no combate a inc&ecirc;ndios em lugares altos. Nem na capital, Palmas, de 228 mil habitantes, existe essa escada.<br />
<br />
&ldquo;&Eacute; uma defici&ecirc;ncia sim. No passado, n&atilde;o se pensou em resolver esse problema. O equipamento est&aacute; sendo adquirido nesse momento&rdquo;, afirma o chefe do Estado Maior do Corpo de Bombeiros de Tocantins, coronel Dodsley Ten&oacute;rio Vargas.<br />
<br />
<u><strong>Brasil</strong></u><br />
<br />
No Brasil, no que se refere a efetivo, apenas o Distrito Federal e os estados do Amap&aacute; e do Rio de Janeiro seguem os padr&otilde;es internacionais de seguran&ccedil;a. &ldquo;O ideal seria que todos os munic&iacute;pios tivessem postos de bombeiros. A ideia &eacute; que, em sete minutos, no m&aacute;ximo, os bombeiros consigam chegar em qualquer emerg&ecirc;ncia&rdquo;, avalia Jos&eacute; Carlos Tomina.<br />
<br />
Boate Kiss<br />
<br />
Nem mesmo a trag&eacute;dia no Rio Grande do Sul onde vitimou 241 pessoas, em Santa Maria, foi capaz de sensibilizar os governantes para equipar e adequar as Unidades do Corpo de Bombeiros.</span></div>

Comentários pelo Facebook: