Sobral – 300×100
Seet

Casos de Leishmaniose sobem 30,8% nos dois primeiros meses do ano

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
Dados de um relat&oacute;rio do Centro de Controle de Zoonoses de Aragua&iacute;na obtidos pelo <strong><em>AF Not&iacute;cias</em></strong> mostram um elevado crescimento nos casos de leishmaniose e calazar nos meses de janeiro e fevereiro de 2013, comparados com o mesmo per&iacute;odo do ano passado.<br />
<br />
Conforme os dados, 248 casos de&nbsp; Leishmaniose Visceral Humana foram notificados nos dois primeiros meses do ano, representando um aumento de 8,3% em rela&ccedil;&atilde;o ao mesmo per&iacute;odo do ano passado. J&aacute; os casos confirmados aumentaram 30,8%, passando de 26 para 34.&nbsp;<br />
<br />
O n&uacute;mero de mortos em decorr&ecirc;ncia do calazar passou de 1 para 2. Por outro lado, a quantidade de sangue canino coletado para exames teve significativa queda, passando de 1.172 (2012) para 724 (2013), ou seja, redu&ccedil;&atilde;o de 38,3%. A quantidade de c&atilde;es que teve resultado positivo para calazar tamb&eacute;m caiu de 563 para 239, diminui&ccedil;&atilde;o de 57,5%.<br />
<br />
A eutan&aacute;sia de c&atilde;es com diagnostico positivos de calazar baixou de 333 para 255, ou seja,redu&ccedil;&atilde;o de&nbsp; 23,4%.<br />
<br />
<u><strong>Aumento no n&uacute;mero de calazar e queda nos exames</strong></u><br />
<br />
Os dados mostram uma situa&ccedil;&atilde;o no m&iacute;nimo preocupante e que deixa a popula&ccedil;&atilde;o araguainense em alerta. Para responder quais foram as causas determinantes para um aumento de 30,8% nos casos confirmados de Leishmaniose, bem como o que provocou uma redu&ccedil;&atilde;o dr&aacute;stica de 38,3% na quantidade de exames realizados, o <strong><em>AF Not&iacute;cias</em></strong> procurou o Secret&aacute;rio Municipal de Sa&uacute;de, Rubens Neves. Por&eacute;m, por meio de sua assessoria, o secret&aacute;rio recomendou que a reportagem procurasse o respons&aacute;vel pelo Centro de Controle de Zoonoses, Bruno Medrado.<br />
<br />
Os questionamentos s&atilde;o pertinentes visto que, segundo informa&ccedil;&otilde;es levantadas pela reportagem, a redu&ccedil;&atilde;o na quantidade de exames &eacute; decorrente da falta de profissionais, bem como de materiais de trabalho.&nbsp;<br />
<br />
J&aacute; a prefeitura, por meio de sua Assessoria de Comunica&ccedil;&atilde;o, disse que muitos dos casos de calazar j&aacute; existiam, mas s&oacute; agora foram notificados. &ldquo;O que aumentou foi o n&uacute;mero de casos descobertos. Isso significa que os agentes est&atilde;o mais eficientes no seu trabalho&rdquo;, disse.<br />
<br />
O <strong><em>AF</em></strong> conseguiu falar por telefone com Bruno Medrado, mas devido ter reuni&otilde;es agendadas n&atilde;o prestou os devidos esclarecimentos.<br />
<br />
O Espa&ccedil;o permanece aberto caso a prefeitura queira se manifestar.<br />
<br />
<strong><u>Suprindo a necessidade</u></strong><br />
<br />
No &uacute;ltimo dia 01 de abril a prefeitura de Aragua&iacute;na fez a primeira convoca&ccedil;&atilde;o dos aprovados no Concurso do Quadro Geral do Munic&iacute;pio. Ao todo foram chamados 35 novos Agentes de Combate a Endemias que passar&atilde;o por treinamento antes de entrarem em efetivo exerc&iacute;cio.<br />
<br />
<u><strong>Tabelas comparativas</strong></u><br />
<br />
<img alt="" src="http://afnoticias.com.br/administracao/files/images/calazar1.jpg" style="width: 600px; height: 400px; float: left;" /><br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<img alt="" src="http://afnoticias.com.br/administracao/files/images/calazar%202(1).jpg" style="width: 600px; height: 437px;" />&nbsp;</span></div>

Comentários pelo Facebook: