Sobral – 300×100
Seet

Membro do Corpo de Bombeiros falam sobre os desafios da corporação a Procuradoria Geral de Justiça

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">Na tarde da quarta-feira, 10, a Procuradora-Geral de Justi&ccedil;a, Vera Nilva &Aacute;lvares Rocha Lira, se reuniu com membros do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins (CBM-TO) e com a comiss&atilde;o designada para verificar e avaliar se o CBM-TO est&aacute; devidamente equipado para o combate a inc&ecirc;ndios em edifica&ccedil;&otilde;es, priorizando, neste caso, as verticais.<br />
<br />
A comiss&atilde;o, que &eacute; composta pelo Procurador de Justi&ccedil;a Jos&eacute; Maria da Silva J&uacute;nior e pelos Promotores Jos&eacute; Kasuo Otsuka e Miguel Batista de Siqueira Filho, esteve em contato com a corpora&ccedil;&atilde;o que, na pessoa do sub-chefe do Estado Maior, Tenente-Coronel Reginaldo Leandro da Silva, se comprometeu a apresentar ao Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual um relat&oacute;rio sobre as atividades operacionais que os militares lotados no CBM-TO executam ou est&atilde;o preparados para executar na Capital e no interior do Estado, bem como o quantitativo e estado de conserva&ccedil;&atilde;o dos equipamentos dispon&iacute;veis para uso nas opera&ccedil;&otilde;es, e os desafios e oportunidades visualizados.<br />
<br />
Em sua explana&ccedil;&atilde;o, o Tenente-Coronel Reginaldo Leandro, recebeu apoio do Major Geraldo da Concei&ccedil;&atilde;o Primo, comandante do 1&deg; Batalh&atilde;o de Bombeiros Militar (BBM), e do Sargento Wanderson Xavier.<br />
<br />
Questionado sobre a aquisi&ccedil;&atilde;o de escadas e plataformas de longo alcance, mais conhecidos quando associados ao nome da marca Magirus, fabricante de caminh&otilde;es multifuncionais em que est&atilde;o instaladas as escadas citadas e que possibilitam aos bombeiros combater o fogo, resgatar pessoas em lugares altos e lutar contra as chamas pelo ar com um esguicho a&eacute;reo de grande vaz&atilde;o, os membros do CBM-TO responderam que est&aacute; em andamento um processo licitat&oacute;rio na modalidade Registro de Pre&ccedil;os para aquisi&ccedil;&atilde;o, o mais breve poss&iacute;vel, desse equipamento.<br />
<br />
Ainda segundo o Tenente-Coronel Reginaldo Leandro, o equipamento ser&aacute; de muita utilidade para as atividades da corpora&ccedil;&atilde;o, mas pontuou que n&atilde;o visualiza sua aus&ecirc;ncia na atualidade como o maior desafio a enfrentar. Para os membros do CBM-TO presentes na reuni&atilde;o, no que se refere a a&ccedil;&otilde;es contra inc&ecirc;ndios em &aacute;reas urbanas, o maior problema est&aacute; no quantitativo insuficiente de hidrantes instalados e na defici&ecirc;ncia de vaz&atilde;o em parte dos existentes, especialmente nos hor&aacute;rios de pico.<br />
<br />
Para a busca compartilhada de solu&ccedil;&otilde;es para este e outros desafios enfrentados pelo CBM-TO, a PGJ Vera Nilva e os membros da comiss&atilde;o propuseram uma nova reuni&atilde;o envolvendo, al&eacute;m dos membros do Corpo de Bombeiros, representantes de entidades como a Companhia de &Aacute;gua e Saneamento do Tocantins (Saneatins) &ndash; respons&aacute;vel pela instala&ccedil;&atilde;o e manuten&ccedil;&atilde;o dos hidrantes, a Prefeitura de Palmas &ndash; respons&aacute;vel pela sinaliza&ccedil;&atilde;o dos hidrantes instalados na Capital, entre outras.</span></div>

Comentários pelo Facebook: