Sobral – 300×100
Seet

Ferreirinha quer informações sobre obras na Usina Corujão e acionará Justiça, se necessário

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
O parlamentar araguainense Ferreirinha (PMDB) afirmou ao <strong><em>AF Not&iacute;cias</em></strong> que ir&aacute; acompanhar, a partir de agora, minuciosamente o andamento dos trabalhos na Usina Coruj&atilde;o, que resultou no esvaziamento do Lago Azul em Aragua&iacute;na h&aacute; mais de ano. Segundo o parlamentar, a empresa Alvorara S/A, respons&aacute;vel pela usina, n&atilde;o tem prestado informa&ccedil;&otilde;es periodicamente &agrave; popula&ccedil;&atilde;o sobre o andamento das obras e ainda n&atilde;o adotou provid&ecirc;ncias no sentido de promover a limpeza e revitaliza&ccedil;&atilde;o do lago.<br />
<br />
&ldquo;Estamos fazendo pesquisas juntos aos &oacute;rg&atilde;os fiscalizados e levantando a real situa&ccedil;&atilde;o ambiental e legal dos trabalhos na Usina. Vou acompanhar essa quest&atilde;o de perto. Se for necess&aacute;rio acionar o Poder Judici&aacute;rio, n&oacute;s vamos acionar&rdquo;, garantiu.<br />
<br />
O vereador disse que pr&oacute;xima semana ir&aacute; ao Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual conversar com o representante da Promotoria de Meio Ambiente para saber quais provid&ecirc;ncias j&aacute; foram tomadas at&eacute; o momento. O parlamentar quer ainda ter acesso ao Plano de Revitaliza&ccedil;&atilde;o do Reservat&oacute;rio e saber se a Alvorada S/A est&aacute; cumprindo as determina&ccedil;&otilde;es.<br />
<br />
Segundo Ferreirinha, a empresa deveria promover a limpeza dos res&iacute;duos, o desassoreamento e remo&ccedil;&atilde;o da vegeta&ccedil;&atilde;o do lago. &ldquo;Apesar de ter sido feito esse plano n&atilde;o foi colocado em pr&aacute;tica&rdquo;, afirma.<br />
<br />
O vereador ainda vai ao Naturatins verificar o licenciamento ambiental da obra, &agrave; Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil saber se os &oacute;rg&atilde;os est&atilde;o fazendo o acompanhamento peri&oacute;dico no local, al&eacute;m da pr&oacute;pria empresa onde ser&aacute; requerido o cronograma e relat&oacute;rio do andamento das obras. &ldquo;A empresa n&atilde;o tem deixado a popula&ccedil;&atilde;o informada e prestado os devidos esclarecimentos sobre o que est&aacute; ocorrendo na Usina e consequentemente no Lago Azul&rdquo;, afirmou.<br />
<br />
&ldquo;Quero tamb&eacute;m saber se essa empresa ainda tem interesse em manter essa barragem&rdquo;, acrescentou.<br />
<br />
<u><strong>Hist&oacute;rico</strong></u><br />
<br />
O rebaixamento do n&iacute;vel da &aacute;gua no reservat&oacute;rio da Usina de Coruj&atilde;o (Lado Azul) em Aragua&iacute;na come&ccedil;ou no dia 22 de dezembro de 2011, quando os respons&aacute;veis afirmaram que havia um grave problema, e por isso, deveria ser esvaziado em situa&ccedil;&atilde;o de emerg&ecirc;ncia. Verdade &eacute; que at&eacute; o momento, a empresa disse apenas que havia uma fissura na estrtura da barragem e j&aacute; se passaram mais de ano sem informa&ccedil;&otilde;es concretas.&nbsp;</span></div>

Comentários pelo Facebook: