Sobral – 300×100
Seet

Aragão compara Tocantins a uma “monarquia” e desafia “príncipe” Eduardo Siqueira a mostrar obras

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Arnaldo Filho</strong></u><br />
<em>Portal AF Not&iacute;cias</em><br />
<br />
O tom do discurso come&ccedil;ou engrossar entre Eduardo Siqueira Campos e o deputado estadual Sargento Arag&atilde;o (sem partido) ap&oacute;s o parlamentar dizer que &quot;a popula&ccedil;&atilde;o esperava Siqueira e o pr&iacute;ncipe [Eduardo Siqueira campos] no Parlamento Popular em Araguatins, mas eles n&atilde;o tiveram coragem de ir&rdquo;.<br />
<br />
Respondendo &agrave; declara&ccedil;&atilde;o, Eduardo cutucou: <em>&ldquo;N&atilde;o fui eu quem foi eleito e renunciou, mesmo depois de ter prometido que tomaria conta da seguran&ccedil;a de Palmas. Isso sim que &eacute; n&atilde;o assumir os compromissos feitos em campanha com os eleitores&quot;.</em><br />
<br />
<u><strong>Arag&atilde;o responde</strong></u><br />
<br />
Em nota, o deputado disse que o uso do termo mon&aacute;rquico &ldquo;pr&iacute;ncipe&rdquo;, referindo-se ao secret&aacute;rio Eduardo Siqueira, n&atilde;o foi usado por ele durante o Parlamento Popular, mas sim na resid&ecirc;ncia do deputado estadual Manoel Queiroz (PMDB), em Augustin&oacute;polis, durante uma reuni&atilde;o pol&iacute;tica do &ldquo;forte grupo de oposi&ccedil;&atilde;o ao governo do Estado&rdquo;.<br />
<br />
<u><strong>Desafio</strong></u><br />
<br />
O deputado ainda desafiou o &ldquo;pr&iacute;ncipe, se tiver coragem, a se lan&ccedil;ar candidato ao governo do Tocantins em 2014, para disputar uma elei&ccedil;&atilde;o, pela primeira vez, atrav&eacute;s do voto popular&rdquo;. O parlamentar tamb&eacute;m garante a derrota de Eduardo nas urnas.<br />
<br />
O deputado fez ainda outro &ldquo;desafio &agrave; monarquia: mostrar uma obra por ela conclu&iacute;da na cidade de Araguatins, inclusive a de mostrar a pedra fundamental do hospital da cidade, lan&ccedil;ada em 2 de julho de 2011, que por sinal j&aacute; virou areia&rdquo;.<br />
<br />
A nota &agrave; imprensa diz ainda que &ldquo;Eduardo maliciosamente se equivoca ao chamar Arag&atilde;o de &ldquo;covarde&quot;,&nbsp; por ter renunciado ao cargo de vice-prefeito&rdquo;.&nbsp; Segundo o deputado, n&atilde;o renunciou ao cargo de vice-prefeito, pois n&atilde;o chegou a assumi-lo, como &eacute; de p&uacute;blico conhecimento.<br />
<br />
Arag&atilde;o lembrou ainda que o motivo de n&atilde;o ter assumido a vice-prefeitura de Palmas, em janeiro deste ano, foi justamente em raz&atilde;o da aproxima&ccedil;&atilde;o do prefeito Carlos Amastha na oposi&ccedil;&atilde;o com a velha e decadente pol&iacute;tica instalada no governo do Tocantins, hoje representada pelo pr&oacute;prio secret&aacute;rio Eduardo Siqueira Campos, seu atual mentor.<br />
<br />
Arag&atilde;o finalizou afirmando &ldquo;que nunca ganhou mandatos, mas conquistou-os, diferentemente do secret&aacute;rio Eduardo Siqueira, que sempre teve o pai (Siqueira Campos) para avalizar e bancar politicamente suas campanhas&rdquo;.</span></div>

Comentários pelo Facebook: