Seet
Sobral – 300×100

Polícia Civil prende homem em flagrante por roubo qualificado

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><em><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></em></u><br />
<br />
No in&iacute;cio da tarde desta sexta-feira (26) as Pol&iacute;cias Civil e Militar da cidade de Xambio&aacute;/TO realizaram a pris&atilde;o de Iran Cardoso da Silva pelo crime previsto no artigo 157, &sect;1&ordm; e &sect;2&ordm;, I, do C&oacute;digo Penal (Roubo Impr&oacute;prio Qualificado pelo Uso de Arma).<br />
<br />
O autor foi preso em flagrante logo ap&oacute;s ter subtra&iacute;do um aparelho celular, e momentos depois, amea&ccedil;ou a v&iacute;tima mediante emprego de arma branca visando assegurar a impunidade do crime e a deten&ccedil;&atilde;o da coisa apropriada.<br />
<br />
Iran j&aacute; &eacute; velho conhecido da pol&iacute;cia de Xambio&aacute;, e &eacute; dado a pr&aacute;tica delitiva reiterada, e seu comportamento demonstra pr&eacute;-disposi&ccedil;&atilde;o a delinqu&ecirc;ncia, causando inseguran&ccedil;a e desassossego &agrave; comunidade de Xambio&aacute;.<br />
<br />
A pris&atilde;o em flagrante foi homologada pelo Juiz plantonista neste s&aacute;bado (27), o qual tamb&eacute;m decretou a pris&atilde;o preventiva do flagrado, que ir&aacute; responder ao processo preso.<br />
<br />
De acordo com o Delegado respons&aacute;vel pelo caso, Dr. Wilson Oliveira Cabral J&uacute;nior, &quot;a integra&ccedil;&atilde;o entre as for&ccedil;as policiais na cidade de Xambio&aacute; vem proporcionando a cada dia uma maior sensa&ccedil;&atilde;o de seguran&ccedil;a aos moradores daquela cidade&quot;.<br />
<br />
Al&eacute;m disso, citou o delegado destacou a efici&ecirc;ncia da Pol&iacute;cia Civil na condu&ccedil;&atilde;o do crime b&aacute;rbaro de homic&iacute;dio que vitimou o jovem Atab&iacute;lio Pereira de Abreu no in&iacute;cio de mar&ccedil;o deste ano.&nbsp;&quot;Assumimos a titularidade da Delegacia de Xambio&aacute; no dia 11 de abril deste ano e, trinta dias ap&oacute;s, conclu&iacute;mos o inqu&eacute;rito sobre o caso e representamos pela pris&atilde;o preventiva dos autores. O Minist&eacute;rio P&uacute;blico, inclusive, j&aacute; ofereceu a den&uacute;ncia dos autores do homic&iacute;dio, bem como deu parecer favor&aacute;vel &agrave; decreta&ccedil;&atilde;o da pris&atilde;o dos indiciados&quot;.</span></div>

Comentários pelo Facebook: