Seet
Sobral – 300×100

Deputado quer FIES para educação a distância

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">O deputado &Acirc;ngelo Agnolin, presidente da Frente Parlamentar da Educa&ccedil;&atilde;o Profissional e Ensino a Dist&acirc;ncia, coordenou na manh&atilde; desta quinta-feira (25/04), reuni&atilde;o da Frente para discutir a extens&atilde;o do Financiamento ao Estudante do Ensino Superior aos alunos do Ensino a Dist&acirc;ncia (EAD).<br />
<br />
Na ocasi&atilde;o, o professor da UNB e Coordenador Geral de Coopera&ccedil;&atilde;o Internacional do CNPQ, Marcos Formiga, falou sobre a import&acirc;ncia da flexibiliza&ccedil;&atilde;o da aprendizagem por meio da tecnologia da informa&ccedil;&atilde;o, obsolesc&ecirc;ncia do m&eacute;todo presencial de ensino e o surgimento da Educa&ccedil;&atilde;o a Dist&acirc;ncia.&nbsp; &ldquo;A sala de aula n&atilde;o deve ser extinta, mas deve ser um espa&ccedil;o cada vez menos utilizado, j&aacute; que n&atilde;o &eacute; considerado um lugar privilegiado para aprender, na vis&atilde;o da aprendizagem cognitiva&rdquo;, esclareceu o professor.<br />
<br />
Na defesa do Ensino a Dist&acirc;ncia, o professor Marcos Formiga demonstrou n&uacute;meros que apontam uma importante evolu&ccedil;&atilde;o no processo pedag&oacute;gico de pa&iacute;ses que apoiam essa metodologia de aprendizagem, dentre eles a Coreia do Sul e a China.<br />
<br />
Representando o Minist&eacute;rio da Educa&ccedil;&atilde;o, a coordenadora geral de regula&ccedil;&atilde;o da educa&ccedil;&atilde;o superior a dist&acirc;ncia, professora Cleunice Rehem, anunciou que o ministro Aloizio Mercadante baixou uma portaria criando Comiss&atilde;o Tem&aacute;tica para tratar do marco regulat&oacute;rio da Educa&ccedil;&atilde;o. Rehem ainda salientou que Mercadante est&aacute; sensibilizado com as causas que envolvem o ensino a dist&acirc;ncia e j&aacute; estuda a possibilidade de estender os benef&iacute;cios do FIES aos estudantes do EAD.<br />
<br />
O deputado Agnolin defendeu a aprendizagem flex&iacute;vel e disse ser importante alavancar discuss&otilde;es sobre o tema, principalmente no que se refere &agrave; expans&atilde;o do acesso a banda larga, uma vez que a internet &eacute; o ve&iacute;culo e o suporte para o estudo a dist&acirc;ncia.<br />
<br />
J&aacute; no que diz respeito &agrave; finalidade prec&iacute;pua da reuni&atilde;o, o FIES aos estudantes de EAD, Agnolin foi enf&aacute;tico.&nbsp; &ldquo;Devemos dar todo aporte necess&aacute;rio aos estudantes de nosso pa&iacute;s, sem distin&ccedil;&atilde;o entre os presentes em sala de aula e aqueles que estudam a dist&acirc;ncia; o FIES deve ser concedido a todos os alunos que dele precisam&rdquo;.<br />
<br />
Antes de encerrar, Agnolin ainda afirmou que &eacute; hora do Brasil repensar tanto seu modelo pedag&oacute;gico quanto seus crit&eacute;rios para concess&atilde;o de cr&eacute;dito estudantil, sob pena de ver desperdi&ccedil;ados talentos imprescind&iacute;veis para o desenvolvimento da na&ccedil;&atilde;o, no momento em que a qualifica&ccedil;&atilde;o profissional torna-se uma ferramenta essencial para a inser&ccedil;&atilde;o dos jovens no mercado de trabalho.</span></div>

Comentários pelo Facebook: