Sobral – 300×100
Seet

Policial do COE ferido em tiroteio no último domingo morre na madrugada desta terça no Hospital Regional de Araguaína

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
O cabo do Comando de Opera&ccedil;&otilde;es Especiais da Pol&iacute;cia Militar, Dionedith Oliveira de Macedo, 36 anos, faleceu na madrugada desta ter&ccedil;a-feira (30) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Aragua&iacute;na. O falecimento ocorreu por volta das 4h30min.<br />
<br />
Dionni, como &eacute; mais conhecido, foi alvejado com tr&ecirc;s disparos durante um tiroteio na madrugada de domingo (28) em frente a uma loja de conveni&ecirc;ncia, na Avenida C&ocirc;nego Jo&atilde;o Lima, centro de Aragua&iacute;na, por volta das 4 horas.<br />
<br />
O policial estava na UTI desde o dia do ocorrido. Os disparos atingiram o bra&ccedil;o, o t&oacute;rax e a virilha do PM.<br />
<br />
Outras duas pessoas foram atingidas e morreram no local, sendo elas,&nbsp; Caio Oliveira, de 21 anos, e Let&iacute;cia Barros Lima, 26 anos. Ambos foram sepultados ontem.<br />
<br />
O vel&oacute;rio do policial deve ocorrer no Tatersal do Parque de Exposi&ccedil;&otilde;es de Aragua&iacute;na.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">De acordo com informa&ccedil;&otilde;es, a atividade dos rins do policial havia parado devido a grande quantidade de sangue perdido. Nesta segunda, Dionni come&ccedil;aria a fazer homodi&aacute;lise e j&aacute; havia tomado em torno de seis bolsas de sangue.<br />
<br />
Os m&eacute;dicos tamb&eacute;m j&aacute; haviam contido a hemorragia interna, que era a fase mais preocupante, e estavam bastante otimistas com a recupera&ccedil;&atilde;o do PM. A equipe m&eacute;dica tamb&eacute;m tinha reconstitu&iacute;do parte da veia principal da coxa e do abd&ocirc;men de Dionni.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Outras duas v&iacute;timas foram internadas no HRA, s&atilde;o elas: Nayane Borges Wanderley, 23 anos, que est&aacute; gr&aacute;vida de quatro meses, e a menor de idade N. M. C. A., 16 anos, que inclusive recebeu alta da unidade.</span></div>

Comentários pelo Facebook: