Confira os principais acontecimentos que marcaram a trajetória de Ronaldo Dimas

admin -

<div style="text-align: justify; ">
<span style="font-size: 14px; ">No &uacute;ltimo dia 7 de outubro o engenheiro civil Ronaldo Dimas Nogueira Ferreira, 51 anos, natural da cidade de Frutal (MG), sagrou-se prefeito de Aragua&iacute;na por meio da vontade popular.&nbsp; Apesar de vencer a advers&aacute;ria Valderez Castelo Branco (PP) com 66,3% dos votos v&aacute;lidos, o caminho de Ronaldo Dimas para chegar ao Pal&aacute;cio Tancredo Neves, sede do governo municipal, foi marcado por desafios, alian&ccedil;as, lutas, vit&oacute;rias, articula&ccedil;&otilde;es, batalhas nos tribunais e ren&uacute;ncias.<br />
<br />
<u><strong>As primeiras manifesta&ccedil;&otilde;es</strong></u><br />
<br />
No final do ano passado, em meio a incertezas, muitas possibilidades e um cen&aacute;rio pol&iacute;tico indefinido, v&aacute;rios nomes j&aacute; eram mencionados para a disputa do cargo de prefeito nas elei&ccedil;&otilde;es municipais em Aragua&iacute;na, mas eram apenas especula&ccedil;&otilde;es. Por&eacute;m, conforme o Minist&eacute;rio P&uacute;blico, no dia 23 de setembro de 2011, o Secret&aacute;rio Estadual das Cidades Ronaldo Dimas foi apresentado como pr&eacute;-candidato do PR, ao lado do senador Jo&atilde;o Ribeiro e outras lideran&ccedil;as pol&iacute;ticas.</span><br />
<br />
<span style="font-size: 14px; ">Era a primeira vez, &agrave;s v&eacute;speras e durante o processo Eleitoral, que Dimas enfrentava a Justi&ccedil;a. O republicano foi multado em 16 mil reais, por fixar 3 faixas na ruas de Aragua&iacute;na com publicidade considerada extempor&acirc;nea, segundo o MP. A decis&atilde;o de primeira Inst&acirc;ncia saiu somente 8 meses depois,&nbsp; em 1 de Junho de 2012.</span><br />
<br />
<span style="font-size: 14px; ">Durante 5 meses, entre Setembro de 2011 e Fevereiro de 2012,&nbsp; a movimenta&ccedil;&atilde;o pol&iacute;tica em Aragua&iacute;na aconteceu mais nos bastidores e praticamente n&atilde;o houve novidades nesse per&iacute;odo. Por&eacute;m, no in&iacute;cio de Fevereiro deste ano haviam coment&aacute;rios de que o candidato&nbsp; a prefeito de Aragua&iacute;na, apoiado pela base governista seria o secretario da SETAS, Agimiro Costa, mas, numa reuni&atilde;o na Aciara no dia 25 do mesmo m&ecirc;s, Siqueira Campos, governador do estado, demonstrou prefer&ecirc;ncia a Dimas, destacando a import&acirc;ncia de gestores com o perfil t&eacute;cnico. Dimas tamb&eacute;m foi colocado em lugar de destaque na cerim&ocirc;nia.</span><br />
<br />
<strong><u><span style="font-size: 14px; ">Primeiros passos e Ades&otilde;es</span></u></strong><br />
<br />
<span style="font-size: 14px; ">Era a primeira demonstra&ccedil;&atilde;o de que Ronaldo Dimas seria o candidato da base governista em Aragua&iacute;na. Mas, uma decis&atilde;o mais concreta saiu no dia 6 de mar&ccedil;o, quando Dimas deixou a Secretaria das Cidades para se dedicar &agrave; Campanha em Aragua&iacute;na.&nbsp;&nbsp; Houve uma tr&eacute;gua de 3 meses e as discuss&otilde;es pol&iacute;ticas foram mais amplas a partir do inicio de Junho.&nbsp; No dia 6 de Junho, data em que o PTB declarou apoio a Ronaldo, o vereador Ger&ocirc;nimo Cardoso, estava no evento mostrando que o grupo era forte e conquistaria muitos apoios. Em 11 de Junho, o &uacute;nico deputado estadual do Partido Progressista, Raimundo Palito, anunciou sua ades&atilde;o &agrave; candidatura do republicano. E no dia 13 do mesmo m&ecirc;s o deputado Jorge Frederico (PSD) anunciou apoio a Ronaldo Dimas. Mas a grande surpresa aconteceu em 20 de junho, quando o presidente da C&acirc;mara, Elenil da Penha (PMDB), opositor e cr&iacute;tico ferrenho de Siqueira Campos, oficializou sua candidatura como vice de Ronaldo Dimas, apoiado pela base governista.</span><br />
<br />
<span style="font-size: 14px; ">Desde esse marco hist&oacute;rico da pol&iacute;tica araguainense, a sucess&atilde;o de acontecimentos fortalecia ainda mais a candidatura de Ronaldo Dimas. Entre estes, houve a desist&ecirc;ncia de Paulo Couto (PDT), que disputaria a prefeitura, mas anunciou apoio ao republicano no dia 23. Tamb&eacute;m nesse per&iacute;odo, a ala resistente da base governista, formada pelo deputado estadual Jorge Frederico e pelo presidente municipal do PSDB, Josu&eacute; Luz, desistiram de protestar e aderiram a Dimas; outro fato importante foi a ades&atilde;o de 6 partidos no dia 29/06 ( PRB, PRTB, PRP,&nbsp; PSL,&nbsp; PSC, PTN e PMN).</span><br />
<br />
<u><strong><span style="font-size: 14px; ">Composi&ccedil;&atilde;o da base aliada</span></strong></u><br />
<br />
<span style="font-size: 14px; ">A partir dessa sequ&ecirc;ncia de epis&oacute;dios positivos, a candidatura do republicano come&ccedil;ava a se concretizar. Mas, somente no dia 29 de junho, durante a Conven&ccedil;&atilde;o Municipal, Ronaldo Dimas e Elenil foram oficializados com candidatos, com uma coliga&ccedil;&atilde;o formada por 17 partidos (PR, PMDB, PTB, PSL, PPS, PSDB, PMN, PRTB, PSD, PRB, PSDC, PSC, PV, DEM, PTN, PDT e PRP).&nbsp; E no dia 07 de julho o pedido para registro das duas candidaturas foram protocolados no Cart&oacute;rio Eleitoral de Aragua&iacute;na. Fato este que parecia estar tudo dentro das conformidades.</span><br />
<br />
<strong><u><span style="font-size: 14px; ">O maior tempo na TV</span></u></strong><br />
<br />
<span style="font-size: 14px; ">Ronaldo Dimas entraria o m&ecirc;s de Agosto com o p&eacute; direito, com a divulga&ccedil;&atilde;o, no dia 6, do tempo de TV para o Hor&aacute;rio Eleitoral, onde ele ficou com o maior tempo, 246 minutos a mais que Valderez. Mas, a composi&ccedil;&atilde;o da chapa de Ronaldo inspirava cuidados, pois parecia j&aacute; haver mau agouro sobre o caso, e a Justi&ccedil;a come&ccedil;ou a incomodar tanto quanto o calcanhar de Aquiles. Isso porque no dia 3 de agosto, o segundo trope&ccedil;o do republicano j&aacute; havia acontecido: a ju&iacute;za da 1&ordf; Zona Eleitoral, Julliane Freire Marques, indeferiu o registro de candidatura da Coliga&ccedil;&atilde;o &ldquo;Juntos Por Aragua&iacute;na,&rdquo; em decorr&ecirc;ncia do vice Elenil da Penha ter contas rejeitas pelo TCE e as candidaturas serem indissoci&aacute;veis.</span><br />
<br />
<u><strong><span style="font-size: 14px; ">Embates judiciais</span></strong></u><br />
<br />
<span style="font-size: 14px; ">Por&eacute;m, uma vitoria parcial do TRE no dia 23 de Agosto, quando o pleno decidiu manter a candidatura de Elenil da Penha, deu f&ocirc;lego &agrave; campanha da coliga&ccedil;&atilde;o, que explorou muito a tem&aacute;tica da ficha limpa, em refer&ecirc;ncia &agrave; decis&atilde;o e tamb&eacute;m em critica &agrave; advers&aacute;ria Valderez Castelo Branco, que teve o registro negado pela Justi&ccedil;a de segunda inst&acirc;ncia.&nbsp;&nbsp; No dia 28 de agosto, a candidatura de Ronaldo enfrentou outra decis&atilde;o Judicial desfavor&aacute;vel, por propaganda irregular, em virtude do uso de camiseta pelos militantes durante uma caminhada e o valor estipulado pela san&ccedil;&atilde;o foi de 500,00 reais para cada pe&ccedil;a confeccionada ou distribu&iacute;da.<br />
<br />
<strong><u>A Substitui&ccedil;&atilde;o do vice</u></strong></span><br />
<br />
<span style="font-size: 14px; ">Durante estes mais de um m&ecirc;s, quando a decis&atilde;o sobre o registro de candidatura de Elenil foi para o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Ronaldo Dimas continuou fazendo campanha e liderou as 4 pesquisas de inten&ccedil;&atilde;o de votos que foram divulgadas. Outro fator positivo, que contribuiu muito para a vit&oacute;ria do republicano, foi que, apesar de ser candidato da base governista e ter apoio do atual prefeito, ambos com muita rejei&ccedil;&atilde;o, Dimas conseguiu desvincular sua imagem desses dois.</span><br />
<br />
<span style="font-size: 14px; ">De &uacute;ltima hora, outra surpresa, a ren&uacute;ncia do vice Elenil da Penha (PMDB), que ainda estava com pend&ecirc;ncia Judicial e colocava em risco toda a chapa. Faltando apenas 1 hora para encerrar o prazo final para mudan&ccedil;a de candidatos, os advogados protocolaram a ren&uacute;ncia de Elenil e o pedido de registro da candidatura do substituto, Fraudineis Fiomare Rosa.</span><br />
<br />
<span style="font-size: 14px; "><strong><u>A vit&oacute;ria</u></strong></span><br />
<br />
<span style="font-size: 14px; ">Apesar dos grandes desafios enfrentados, Ronaldo Dimas se tornou o prefeito eleito de Aragua&iacute;na, capital econ&ocirc;mica do estado e segundo maior col&eacute;gio eleitoral do Tocantins. Dimas comemorou a vit&oacute;ria numa carreata pelas ruas de Aragua&iacute;na na noite do dia 7 de outubro.&nbsp; O republicano teve mais de 50 mil votos (66,3% dos v&aacute;lidos) e sua base aliada conseguiu eleger 14 dos 17 vereadores, os advers&aacute;rios apenas 3.</span></div>

Comentários pelo Facebook: