Sobral – 300×100
Seet

Homem é chicoteado por cavaleiros; Sindicato Rural repudia ação e diz que excessos não são tolerados

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
Circula nas redes sociais um v&iacute;deo mostrando os participantes da Cavalgada de Aragua&iacute;na, ocorrida no domingo (2), agredindo um homem durante o percurso. O fato ocorreu na Avenida C&ocirc;nego Jo&atilde;o Lima, em frente ao Banco Ita&uacute;, envolvendo um motociclista e um grupo de cavaleiros da comitiva &ldquo;Arreio de Ouro&rdquo;.<br />
<br />
Segundo informa&ccedil;&otilde;es, al&eacute;m de socos e pontap&eacute;s, os cavaleiros tamb&eacute;m usaram um chicote para a&ccedil;oitar o homem.<br />
<br />
<u><strong>Nota</strong></u><br />
<br />
Em nota, o Sindicato Rural de Aragua&iacute;na (SRA) &nbsp;disse que o chefe de comitiva, respons&aacute;vel direto por seus participantes, assina um termo isentando o Sindicato por quaisquer incidentes ocorridos por excessos antes, durante e ap&oacute;s o evento. &ldquo;A comitiva envolvida no incidente assinou o termo e responde diretamente pelo ocorrido&rdquo;, diz a&nbsp; nota.<br />
<br />
Ainda segundo o SRA, o chefe da comitiva, diante da repercuss&atilde;o negativa do acontecimento para o evento e para a cidade, enviou mensagem ao Sindicato apontando que o fato aconteceu ap&oacute;s uma das amazonas integrante da comitiva ter sido derrubada do cavalo por um dos motoqueiros que vinham fazendo, segundo ele, muita confus&atilde;o e assustando os animais.<br />
<br />
Conforme a nota, o chefe ainda pediu desculpas pelo ocorrido e afirmou que a comitiva n&atilde;o far&aacute; mais parte da Cavalgada de Araguaina nos anos posteriores.<br />
<br />
O Sindicato Rural disse ainda que repudia todo e qualquer excesso de participantes das comitivas e que nenhum fato &eacute; justific&aacute;vel nem tolerado pela organiza&ccedil;&atilde;o, sendo inclusive crit&eacute;rio para novas inscri&ccedil;&otilde;es.<br />
<br />
<em>&ldquo;A Cavalgada &eacute; feita para cavaleiros e amazonas, inclusive com participa&ccedil;&atilde;o de idosos e crian&ccedil;as, e que o p&uacute;blico, seja a p&eacute; ou em ve&iacute;culos, deve respeitar o limite do evento, distanciando-se prudentemente dos animais, e o descumprimento desse limite torna-se perigoso tanto para o p&uacute;blico quanto para quem cavalga e pode causar incidentes como o ocorrido no &uacute;ltimo dia 2</em>&rdquo;, finalizou a nota.<br />
<br />
<u><strong>Confira o v&iacute;deo</strong></u></span><br />
<br />
<div class="media_embed">
<iframe frameborder="0" height="200" scrolling="no" src="https://www.facebook.com/video/embed?video_id=10200767815189715" width="300"></iframe></div>
</div>
<br />

Comentários pelo Facebook: