Sobral – 300×100
Seet

Obra de Jornalista tocantinense estreia em rede nacional neste sábado; filme conta história do 1º assalto ao Trem Pagador

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">Pela primeira vez, a programa&ccedil;&atilde;o da TV C&acirc;mara, canal do Legislativo Federal, direciona as aten&ccedil;&otilde;es para um filme produzido por um jornalista formado no Centro Universit&aacute;rio UnirG.<br />
<br />
A atra&ccedil;&atilde;o, que levou 14 meses para ser produzida, ir&aacute; garantir 58 minutos em rede nacional atrav&eacute;s da tv p&uacute;blica. O Primeiro Assalto ao Trem Pagador, filme que coloca em cena 85 atores regionais, revive a contundente hist&oacute;ria de Zeca Vaccariano, o homem circundado de mist&eacute;rios.<br />
<br />
Mitos que misturados a personalidade aut&ecirc;ntica do radialista Tch&ecirc; Mendes, que&nbsp; revive Jos&eacute; Ant&ocirc;nio de Oliveira, o tal Zeca Vaccariano, compuseram a est&eacute;tica perfeita para estreia de Gabriel Sater, cantor, compositor e filho de Almir Sater,&nbsp; como ator, vivendo o escritur&aacute;rio Carlos Gaethener.&nbsp;<br />
<br />
A obra coproduzida com Vilmar Sartori e o saudoso carnavalesco e jornalista, Jo&atilde;o Paulo Dantas, vai ao ar neste s&aacute;bado, dia 08 de Junho ao meio-dia. Uma oportunidade singular para a produ&ccedil;&atilde;o, que segundo o diretor Ernoy Mattiello, cumpre o prop&oacute;sito de imortalizar um dos mais instigantes epis&oacute;dios da hist&oacute;ria catarinense. Mattiello ressalta&nbsp; o crit&eacute;rio utilizado pelas emissoras nacionais para a exibi&ccedil;&atilde;o de conte&uacute;do, os quais al&eacute;m de qualidade t&eacute;cnica levam em considera&ccedil;&atilde;o a relev&acirc;ncia do assunto para a sociedade: &ldquo;Fazer de um acontecimento hist&oacute;rico local tema para um document&aacute;rio de interesse nacional exige al&eacute;m de feeling apurado do diretor, grande poder de convencimento e credibilidade&rdquo;, afirma.<br />
<br />
O 1&ordm; Assalto ao Trem Pagador teve pr&eacute;-estreia na TV Paran&aacute; Educativa em Maio; agora o lan&ccedil;amento oficial do docudrama na TV C&acirc;mara inaugura uma s&eacute;rie de exibi&ccedil;&otilde;es do filme na televis&atilde;o brasileira. O momento &eacute; realiza&ccedil;&atilde;o, e motivos de comemora&ccedil;&otilde;es n&atilde;o faltam para Euz&eacute;bio Vieceli, prefeito de Pinheiro Preto, SC, cidade que surgiu na regi&atilde;o do atentado ao pagador anos mais tarde: &ldquo; Sabemos da import&acirc;ncia da documenta&ccedil;&atilde;o&nbsp; cinematogr&aacute;fica deste epis&oacute;dio, marcando um momento singular na hist&oacute;ria. Reviver a saga de Zeca Vacariano &eacute; como voltar no tempo e desvendar segredos ocultos da trajet&oacute;ria de nossos antepassados&rdquo;, conclui.<br />
<br />
Al&eacute;m das grandes redes de televis&atilde;o, o document&aacute;rio que rememora o assalto ao trem pagador tamb&eacute;m est&aacute; presente em mais de 400 canais alternativos. S&atilde;o canais universit&aacute;rios, educativos e at&eacute; mesmo os comunit&aacute;rios, distribu&iacute;dos pela tv &agrave; cabo. E as a&ccedil;&otilde;es de marketing da obra e distribui&ccedil;&atilde;o&nbsp; n&atilde;o param, j&aacute; que segundo a dire&ccedil;&atilde;o do filme, a ideia &eacute; estra ao alcance de todos. Nos pr&oacute;ximos dias o filme tamb&eacute;m j&aacute; estar&aacute; dispon&iacute;vel em DVD nas videolocadoras. O docudrama deve chegar ainda a cerca de mil institui&ccedil;&otilde;es de educa&ccedil;&atilde;o da Regi&atilde;o do Contestado, al&eacute;m de concorrer na mostra competitiva dos principais festivais de cinema no pa&iacute;s.<br />
<br />
Contudo os diretores da obra acreditam que a maneira mais acess&iacute;vel para o conte&uacute;do do filme ainda continua sendo a veicula&ccedil;&atilde;o televisiva. Por essa raz&atilde;o a assessoria de comunica&ccedil;&atilde;o deve concentrar esfor&ccedil;os na divulga&ccedil;&atilde;o das exibi&ccedil;&otilde;es oficiais na telinha da TV. E a exibi&ccedil;&atilde;o deste s&aacute;bado est&aacute; ao alcance de milh&otilde;es de brasileiros e assistir &eacute; f&aacute;cil: Basta sintonizar a TV C&acirc;mara na parab&oacute;lica, anal&oacute;gica ou digital. O canal tamb&eacute;m est&aacute; dispon&iacute;vel nas operadoras de tv por assinatura: Na Sky e Net, o canal &eacute; o 113, Oi TV canal 23, Claro TV canal 122 e Vivo TV canal 692.</span></div>

Comentários pelo Facebook: