Sobral – 300×100
Seet

Diretor impede aluno de entrar na escola após 10 minutos de atraso; pai fica revoltado e procura MPE

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
O pai de um adolescente de 14 anos ficou revoltado ao encontrar o filho voltando da escola por ter sido barrado ap&oacute;s chegar 10 minutos atrasados. O fato ocorreu na manh&atilde; desta sexta-feira (07) no Col&eacute;gio de Aplica&ccedil;&atilde;o, em Aragua&iacute;na.<br />
<br />
De acordo com Wesly Chaves, pai do adolescente, durante sua ida ao trabalho encontrou o filho na rua retornado da escola por ter chegado &agrave;s 7h10min. Ao procurar a dire&ccedil;&atilde;o da unidade, Wesly disse que o respons&aacute;vel foi incisivo ao afirmar que na &ldquo;escola dele n&atilde;o entra aluno que chega atrasado&rdquo;. Ainda conforme o pai do aluno, o diretor disse ainda que &ldquo;na minha escola s&oacute; entra se for com ordem judicial&rdquo;.<br />
<br />
Revoltado com a atitude do gestor, Wesly Chaves procurou a Promotoria da Inf&acirc;ncia e Juventude e a imprensa para denunciar o abuso. Ao <strong><em>AF Not&iacute;cias</em></strong> ele relatou que o filho cursa o 1&ordm; ano do ensino m&eacute;dio e foi a primeira vez que o estudante chegou atrasado &agrave; escola. <em>&ldquo;Fico indignado com uma situa&ccedil;&atilde;o dessas, pois sou r&iacute;gido na educa&ccedil;&atilde;o dos meus filhos e acompanho de perto a rotina escolar. N&atilde;o posso aceitar esse abuso. Nunca fui omisso no acompanhamento dos meus filhos&rdquo;</em>, declarou.<br />
<br />
O pai do aluno considerou a medida abusiva visto que seu filho n&atilde;o possui nenhuma advert&ecirc;ncia na unidade de ensino. <em>&ldquo;Se o aluno chega atrasado, a escola deve comunicar o fato &agrave; fam&iacute;lia, n&atilde;o mandar voltar pra casa. Al&eacute;m do mais, &eacute; preciso ter um tempo de toler&acirc;ncia. E se acontecesse alguma coisa com esse estudante na rua? Quem iria responder?&rdquo;</em>, argumentou Wesly Chaves.<br />
<br />
Ainda conforme o pai, o acesso &agrave; educa&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica, e de qualidade, &eacute; direito fundamental previsto na Constitui&ccedil;&atilde;o Federal e jamais poder&aacute; sofrer restri&ccedil;&otilde;es por um simples capricho. <em>&ldquo;Concordo que as escolas precisam ter regras, mas n&atilde;o aceito abusos&rdquo;</em>, afirmou.&nbsp;<br />
<br />
<u><strong>Minist&eacute;rio P&uacute;blico</strong></u><br />
<br />
O caso foi relatado ao Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual, atrav&eacute;s da Promotoria da Inf&acirc;ncia e Juventude, que ir&aacute; oficiar a Diretoria Regional de Ensino para que sejam tomadas as providencias cab&iacute;veis. Segundo o promotor Sidney Fiori Junior, a escola n&atilde;o poder&aacute; dispensar o aluno nestas situa&ccedil;&otilde;es, devendo coloc&aacute;-lo em sala reservada para fazer outras atividades enquanto inicia a 2&ordf; aula.<br />
<br />
Caso o atraso seja rotineiro a fam&iacute;lia dever&aacute; ser comunicada imediatamente.<br />
<br />
<u><strong>A escola</strong></u><br />
<br />
Ao <strong><em>AF Not&iacute;cias</em></strong>, o diretor da unidade, professor Macedo, disse que a escola possui regras e uma delas &eacute; mandar pra casa o aluno que chega atrasado. <em>&ldquo;N&atilde;o posso gerir uma escola sem ordens. Os alunos t&ecirc;m que acostumar a obedecer ordens&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
Questionado se a escola faz a comunica&ccedil;&atilde;o aos pais nestes casos, Macedo informou que sim, mas disse que n&atilde;o h&aacute; como ligar para os respons&aacute;veis de todos os alunos que chegam atrasados. <em>&ldquo;Mandamos voltar, pois assim como ele veio s&oacute;, poder&aacute; tamb&eacute;m voltar sozinho para casa&rdquo;</em>, disse.&nbsp;&nbsp;&nbsp;<br />
<br />
<em>&ldquo;Esse pai chegou &agrave; minha sala com mil pedras nas m&atilde;os. Ele tinha que me agradecer pela medida. Errou de novo ao procurar a imprensa&rdquo;</em>, disse o diretor acrescentando que a escola continuar&aacute; barrando todos os alunos que chegarem atrasados. <em>&ldquo;Essa &eacute; uma regra em todas as escolas de Aragua&iacute;na&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
Ainda segundo o diretor, a aluno assistiu aula normalmente nesta sexta-feira ap&oacute;s o incidente. &nbsp;</span></div>

Comentários pelo Facebook: