Sobral – 300×100
Seet

Governo terceiriza gestão de empréstimos e sindicatos apontam possível alta em juros

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
O Sindicato dos Trabalhadores em Educa&ccedil;&atilde;o do Tocantins (Sintet) informou que o Governo do Estado, atrav&eacute;s da Secretaria de Administra&ccedil;&atilde;o, terceirizou por cinco anos a gest&atilde;o do Setor de Consigna&ccedil;&atilde;o em folha de pagamento dos servidores p&uacute;blicos estaduais.<br />
<br />
A empresa que ficar&aacute; respons&aacute;vel pela presta&ccedil;&atilde;o de servi&ccedil;os &eacute; o Instituto Brasilcidade, com sede em Barueri/SP.<br />
&nbsp;<br />
Segundo o Sintet, a medida atinge todos os servidores. Tanto o Sintet quanto os demais sindicados j&aacute; apontaram para a possibilidade de alta nos juros.<br />
<br />
Ainda conforme o Sintet, esse ser&aacute; um dos assuntos a ser tratado pelo sindicato na reuni&atilde;o com o secret&aacute;rio L&uacute;cio Mascarenhas na pr&oacute;xima segunda-feira, 17.<br />
<br />
<u><strong>Secad responde</strong></u></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Ao <em>AF Not&iacute;cias</em> a Secad disse que o principal motivo da escolha dessa empresa &eacute; justamente por n&atilde;o gerar &ocirc;nus para o servidor e nem para o Estado, e pela transpar&ecirc;ncia no processo que ser&aacute; mostrado no dia a dia, principalmente no que diz respeito &agrave;s compras de d&iacute;vidas entre bancos, maior fator de redu&ccedil;&atilde;o de endividamento do servidor quando aplicado o des&aacute;gio correto nas opera&ccedil;&otilde;es. Os servidores poder&atilde;o comprovar isso quando da contrata&ccedil;&atilde;o de novos empr&eacute;stimos com taxas menores que as atuais e consequentemente parcelas menores<br />
<br />
Ainda conforme a Secad, o processo de escolha desta empresa ocorreu atrav&eacute;s de um conv&ecirc;nio, visto que a empresa &eacute; uma entidade sem fins lucrativos e que n&atilde;o gerava custo para administra&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica ou ao servidor, em fun&ccedil;&atilde;o da disponibilidade de diversos benef&iacute;cios sociais al&eacute;m da proposta de gest&atilde;o e controle de fato das consigna&ccedil;&otilde;es. Outro ponto que levamos em considera&ccedil;&atilde;o &eacute; que n&atilde;o existe nenhuma empresa no Brasil fornecendo esses servi&ccedil;os, sem falar do conhecimento do mercado de consignados.<br />
<br />
Finaliza afirmando que a contrata&ccedil;&atilde;o da empresa &eacute; uma iniciativa da Secad, j&aacute; que cabe &agrave; Secad essa gest&atilde;o.</span></div>

Comentários pelo Facebook: