Sobral – 300×100
Seet

Cerca de 250 mil brasileiros vâo às ruas em 12 estados contra corrupção, gastos na Copa e transporte público precário

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">Uma s&eacute;rie de manifesta&ccedil;&otilde;es mobilizou cerca de 250 mil brasileiros em diferentes cidades do pa&iacute;s nesta segunda-feira (17). Em S&atilde;o Paulo, os protestos reuniram pelo menos 30 mil pessoas. No Rio de Janeiro, ainda n&atilde;o h&aacute; estimativas oficiais, mas a Cinel&acirc;ndia ficou tomada de manifestantes. Em Belo Horizonte, entre 18 mil e 20 mil pessoas. Em Bras&iacute;lia, cerca de 10 mil pessoas est&atilde;o concentradas na Esplanada dos Minist&eacute;rios e parte dos manifestantes chegou a subir a rampa e est&aacute; neste momento na cobertura do Congresso Nacional.<br />
<br />
Com o mote &ldquo;N&atilde;o s&atilde;o apenas 0,20 centavos&rdquo;, al&eacute;m de se posicionar contra o pre&ccedil;o do transporte p&uacute;blico, os protestos criticaram a condu&ccedil;&atilde;o da pol&iacute;tica brasileira, a corrup&ccedil;&atilde;o, os gastos p&uacute;blicos com as obras para as copas das Confedera&ccedil;&otilde;es e do Mundo de 2014.<br />
<br />
As manifesta&ccedil;&otilde;es come&ccedil;aram a tomar corpo na &uacute;ltima semana ap&oacute;s as a&ccedil;&otilde;es da Pol&iacute;cia Militar (PM), em S&atilde;o Paulo, que reagiram aos manifestantes contr&aacute;rios ao aumento da tarifa de transporte p&uacute;blico na capital paulista. O epis&oacute;dio levou a Defensoria P&uacute;blica do Estado de S&atilde;o Paulo a questionar a atitude da PM.<br />
<br />
Em S&atilde;o Paulo, os manifestantes se concentraram no Largo da Batata e depois ocuparam as oito faixas da Avenida Brigadeiro Faria Lima.<br />
<br />
Ao contr&aacute;rio do que ocorreu na &uacute;ltima manifesta&ccedil;&atilde;o, na quinta-feira (13) &ndash; quando a presen&ccedil;a da PM foi ostensiva &ndash; ativistas e policiais entraram em acordo e, at&eacute; o momento, n&atilde;o houve registro de conflito.<br />
<br />
No Rio de Janeiro, as dezenas de milhares de manifestantes marcharam pela Avenida Rio Branco e se dirigiram &agrave; Cinel&acirc;ndia, na regi&atilde;o central da cidade, onde ocuparam as escadarias da Biblioteca Nacional e da C&acirc;mara de Vereadores. De l&aacute;, seguiram pela Avenida Almirante Barroso em dire&ccedil;&atilde;o &agrave; Avenida Presidente Antonio Carlos at&eacute; a Assembleia Legislativa do Estado (Alerj). Houve confronto com a pol&iacute;cia e algumas pessoas queimaram um carro e depredaram uma viatura da PM.<br />
<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/protestobaurutalitaespecialterra.jpg" style="width: 600px; height: 450px;" /><br />
<br />
Na capital mineira, a concentra&ccedil;&atilde;o do protesto teve in&iacute;cio na Pra&ccedil;a 7, no centro da capital. De l&aacute;, os manifestantes se dirigiram &agrave; Arena Mineir&atilde;o, onde foi disputada nesta segunda a partida entre Nig&eacute;ria X Taiti, pela Copa das Confedera&ccedil;&otilde;es.<br />
<br />
Em Bras&iacute;lia, o protesto come&ccedil;ou &agrave;s 17h. Os manifestantes se concentraram em frente ao Museu da Rep&uacute;blica e, de l&aacute;, marcharam em dire&ccedil;&atilde;o ao Congresso Nacional, na Esplanada dos Minist&eacute;rios. No momento, eles est&atilde;o na cobertura do Congresso e tomam tamb&eacute;m o gramado em frente ao Parlamento.<br />
<br />
Apesar do car&aacute;ter pac&iacute;fico das manifesta&ccedil;&otilde;es, ressaltado pela palavra de ordem &ldquo;Sem viol&ecirc;ncia&rdquo;, entoada em todos os protestos, confrontos entre policiais e manifestantes foram registrados em Belo Horizonte, em Bras&iacute;lia e no Rio de Janeiro.<br />
<br />
Tamb&eacute;m houve registro de protestos em Fortaleza, em Curitiba, em Porto Alegre, em Salvador, em Bel&eacute;m e Campinas. N&oacute;s pr&oacute;ximos dias, as manifesta&ccedil;&otilde;es, convocadas por meio das redes sociais, devem prosseguir.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/protestos.jpg" style="width: 600px; height: 450px;" /></span></div>

Comentários pelo Facebook: