Seet
Sobral – 300×100

Durante protesto Governo manda cortar luz da praça dos Girassóis

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
A capital do nosso Estado presenciou nesta quinta-feira (21 de junho) um dos maiores exemplos de democracia e civilidade, pelo menos por parte dos manifestantes, j&aacute; que por parte das autoridades o jogo foi mais baixo do que se podia imaginar. Conforme a Tv Band, no espa&ccedil;o &lsquo;Direito da Reda&ccedil;&atilde;o&rsquo; apresentado pelo jornalista Fernando Hessel, 20 mil manifestantes foram &agrave;s ruas em Palmas contra a corrup&ccedil;&atilde;o e o monop&oacute;lio do transporte p&uacute;blico coletivo.<br />
<br />
O ponto principal dos protestos aconteceu na Pra&ccedil;a dos Girass&oacute;is. Segundo o jornalista, a telefonia m&oacute;vel e a internet foram bloqueadas. &ldquo;Ningu&eacute;m conseguia se comunicar. Os manifestantes xingavam o Governador do Tocantins pedindo o fim da corrup&ccedil;&atilde;o na m&aacute;quina p&uacute;blica&rdquo;, disse Fernando Hessel na reportagem.<br />
<br />
A frente da prefeitura da Capital tamb&eacute;m foi palco de manifesta&ccedil;&otilde;es. N&atilde;o contentes eles retornaram &agrave; sede do Governo do Estado e a ilumina&ccedil;&atilde;o da Pra&ccedil;a foi cortada. Revoltados com a falta de luz, duas pedras foram jogadas pelos militantes quebrando parte da vidra&ccedil;a do Pal&aacute;cio Araguaia. Dois menores foram detidos acusados de acertarem uma pedra na cabe&ccedil;a de um policial militar. N&atilde;o houve confronto. A Comiss&atilde;o da Ordem dos Advogados do Brasil acompanhou as ocorr&ecirc;ncias.<br />
<br />
<em>&ldquo;&Eacute; chulo e baixo os nossos governantes cortarem a ilumina&ccedil;&atilde;o da pra&ccedil;a. Gostaria muito de entender esse procedimento. Na verdade, corta-se luz para sequestrador, corta-se luz para bandido, corte-se luz em rebeli&atilde;o na cadeia…Quero muito acreditar que tenha pifado o interruptor do poste. E mesmo com a falta de internet e telefonia m&oacute;vel n&oacute;s cumprimos o nosso trabalho com bravura&rdquo;</em>, comentou o jornalista Fernando Hessel.</span><br />
<br />
<div class="media_embed">
<iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="315" src="http://www.youtube.com/embed/TcJX7ZxKjLQ" width="420"></iframe></div>
</div>
<br />

Comentários pelo Facebook: