Sobral – 300×100
Seet

Prefeitura de Araguaína ainda não liberou empréstimos consignados

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
Nos &uacute;ltimos seis meses da gest&atilde;o do prefeito Ronaldo Dimas (PR) t&ecirc;m sido in&uacute;meras as reclama&ccedil;&otilde;es dos servidores p&uacute;blicos municipais de Aragua&iacute;na que, vez ou outra, precisam recorrer aos empr&eacute;stimos consignados [com desconto em folha de pagamento] para contornar alguma situa&ccedil;&atilde;o inesperada.<br />
<br />
Segundo um servidor, que preferiu n&atilde;o ser identificado, a prefeitura vem enrolando e s&oacute; adiando a libera&ccedil;&atilde;o de novos consignados. <em>&ldquo;N&atilde;o sabemos mais a quem recorrer. &Eacute; um desrespeito com os servidores&rdquo;</em>, contou.<br />
<br />
No final de maio, o <strong><em>AF Not&iacute;cias</em></strong> j&aacute; havia levado a indigna&ccedil;&atilde;o dos servidores ao Secret&aacute;rio de Administra&ccedil;&atilde;o Nahin Halum. Na &eacute;poca o secret&aacute;rio relatou o desequil&iacute;brio financeiro provocado na vida de muitos servidores por causa da falta de controle da gest&atilde;o anterior na libera&ccedil;&atilde;o dos empr&eacute;stimos consignados. Afirmou ainda que a prefeitura tinha autorizado aos bancos a renegocia&ccedil;&atilde;o das d&iacute;vidas dos servidores em at&eacute; 120 meses, e, em um prazo de 15 dias, novos empr&eacute;stimos poderiam ser contratados.<br />
<br />
Um m&ecirc;s depois, a promessa ainda n&atilde;o se concretizou. Os servidores continuam reclamando e nenhuma solu&ccedil;&atilde;o concreta foi apontada at&eacute; agora.<br />
<br />
A reportagem falou novamente com o secret&aacute;rio. Desta vez, fez a mesma alega&ccedil;&atilde;o de que a prefeitura ainda n&atilde;o implantou o novo sistema de gerenciamento dos consignados, acrescentando que a empresa que gerenciava o sistema anteriormente n&atilde;o disponibilizou os arquivos.<br />
<br />
Segundo Nahim Halum, j&aacute; foi sugerido ao prefeito Ronaldo Dimas que os procedimentos sejam realizados manualmente, mas aguarda posicionamento do gestor.<br />
<br />
Enquanto isso resta aos servidores apenas esperar a boa vontade da administra&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;Eles querem controlar o que fazemos com nossos sal&aacute;rios. Ganhamos pouco e ainda n&atilde;o podemos fazer um consignado. N&atilde;o pegamos empr&eacute;stimos por prazer, mas por necessidade&rdquo;</em>, reclamou um servidor.</span></div>

Comentários pelo Facebook: