Sobral – 300×100
Seet

Servidores distribuem panfletos explicativos sobre extinção do HDT e pedem apoio da população

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
Na manh&atilde; desta quarta-feira (10) dezenas de servidores do Hospital de Doen&ccedil;as Tropicais (HDT) e Funda&ccedil;&atilde;o de Medicina Tropical (FUNTROP), em Aragua&iacute;na, percorreram as ruas da cidade em manifesta&ccedil;&atilde;o contr&aacute;ria ao Projeto de Lei do Governo do Estado que visa extinguir as duas unidades de sa&uacute;de e autoriza a doa&ccedil;&atilde;o do acervo patrimonial dos &oacute;rg&atilde;os &agrave; Universidade Federal do Tocantins.<br />
<br />
A concentra&ccedil;&atilde;o ocorreu em frente ao HDT onde os profissionais sa&iacute;ram em caminhada at&eacute; a Pra&ccedil;a dos Bandeirantes com cartazes, bandeiras e panfletos demonstrando a insatisfa&ccedil;&atilde;o referente &agrave; atitude do Governo do Estado.<br />
<br />
Os manifestantes estavam vestidos de preto em sinal de luto e proclamando o slogan &ldquo;O HDT est&aacute; agonizando prestes a morrer. Salve o HDT&rdquo;.<br />
<br />
O movimento busca conscientizar a sociedade sobre os preju&iacute;zos que a extin&ccedil;&atilde;o/federaliza&ccedil;&atilde;o trar&aacute; &agrave; sociedade em geral, bem como buscar o apoio daqueles que defendem uma sa&uacute;de p&uacute;blica de qualidade.<br />
<br />
Ainda durante a caminhada foram distribu&iacute;dos panfletos com c&oacute;pia da uma mensagem do Governador do Estado encaminhada &agrave; Assembleia Legislativa (AL) no dia 11 de abril 2013 solicitando a vota&ccedil;&atilde;o do Projeto de Lei Complementar n&ordm; 01/2013 em regime de urg&ecirc;ncia, para efetivar a extin&ccedil;&atilde;o do HDT.<br />
<br />
Os profissionais alertaram ainda a popula&ccedil;&atilde;o para problemas que poder&atilde;o advir como a sobrecarga de atendimento em outras unidades como no caso Hospital Regional de Aragua&iacute;na (HRA).<br />
<br />
Segundo a t&eacute;cnica em enfermagem, Maria Vieira, atualmente o Hospital de Doen&ccedil;as Tropicais&nbsp; possui 50 pessoas em tratamento de Hepatites A, B e C, tendo 246 casos notificados; 152 notifica&ccedil;&otilde;es de calazar e 31 pessoas em tratamento; 8 pacientes com Dengue, em tratamento, e 51 casos notificados; 20 pessoas em tratamento de meningite; j&aacute; os casos de mal&aacute;ria e hansen&iacute;ase&nbsp; somam 1.498.<br />
<br />
Atualmente o HDT &eacute; o &uacute;nico hospital do Estado do Tocantins que &eacute; refer&ecirc;ncia para tratamento das pessoas com doen&ccedil;as infecciosas transmiss&iacute;veis e n&atilde;o transmiss&iacute;veis, como meningite, calazar, dengue, febre amarela, raiva, HIV/Aids, hepatites, tuberculose, hansen&iacute;ase, dentre outras, tamb&eacute;m, chamadas de doen&ccedil;as tropicais, que necessitam de tratamento espec&iacute;fico e muitas vezes cont&iacute;nuo.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/lei(3).jpg" style="width: 448px; height: 320px;" /></span></div>

Comentários pelo Facebook: