24 anos sem o eterno ídolo Ayrton Senna – Fórmula 1 presta homenagem

Agnaldo Araujo -
Foto: Reprodução Instagram
Senna morreu no dia 1º de maio de 1994

A Fórmula 1 não esquece Ayrton Senna, piloto brasileiro que morreu em pista, aos 34 anos, numa curva em Ímola, durante o Grande Prémio de San Marino. Foi a 1 de maio de 1994 e faz esta terça-feira 24 anos que um dos mais icônicos homens dos desportos motorizados morreu ao volante de um Williams.

No Twitter oficial, a Fórmula 1 relembrou: “Senna sempre”. A acompanhar, uma fotografia a preto e branco do brasileiro.

Três vezes campeão do mundo, Ayerton Senna correu 10 anos no circuito mundial da Fórmula 1, tendo entrado em 161 Grandes Prêmios. Daí resultaram 80 pódios, 65 pole positions e venceu 41 corridas.

Além da Williams, o brasileiro esteve também com as equipas McLaren, Lotus e Toleman. Ayrton Senna detém ainda vários recordes da Fórmula 1. Além do brasileiro, no fatídico fim de semana de 28 de abril a 1 de maio, morreu também, durante a qualificação, o rookie austríaco Roland Ratzenberger.

 

Brasileiro morreu em pista a 1 de maio de 1994, em Ímola, durante o Grande Prêmio de San Marino

Por: dn.pt.com

Comentários pelo Facebook: