Sobral – 300×100
Seet

Quando é que se peca para morte?

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Jo&atilde;o Gomes da Silva</strong></u><br />
<em>Opini&atilde;o</em><br />
<br />
&quot;Se algu&eacute;m vir pecar seu irm&atilde;o pecado que n&atilde;o &eacute; para morte, orar&aacute;, e Deus dar&aacute; a vida &agrave;queles que n&atilde;o pecarem para morte. H&aacute; pecado para morte, e por esse n&atilde;o digo que ore. Toda a iniquidade &eacute; pecado, e h&aacute; pecado, que n&atilde;o &eacute; para morte&rdquo;.<br />
<br />
O primeiro ponto a se pensar &eacute; que todo pecado &eacute; transgress&atilde;o da lei de Deus. Ent&atilde;o diretamente dizendo, o pecador &eacute; contra Deus e seus princ&iacute;pios estabelecidos. Mas nem sempre, pois tamb&eacute;m pecamos contra nosso irm&atilde;o (Mt 18: 15-22. E 5: 23-26), e contra o nosso corpo. (I Cor. 6:15-20. 5: 1-5). Tendo como resultado fraquezas, doen&ccedil;as e morte f&iacute;sica. (I Cor. 11:30-32).<br />
<br />
A B&iacute;blia diz que &quot;o sal&aacute;rio do pecado &eacute; a morte&quot; (Rom. 6:23 ), portanto, deve ser bem claro que isso se aplica tamb&eacute;m ao filho de Deus que deliberadamente decide viver na pr&aacute;tica de pecar.<br />
<br />
Ora, como toda a iniq&uuml;idade &eacute; pecado e pecados existem de muitos g&ecirc;neros e tamanho, &eacute; necess&aacute;rio examinar as Escrituras para saber em que consiste este pecado que &eacute; para morte. E isto deve ser feito com muito crit&eacute;rio, para evitar que algum de n&oacute;s comece a condenar um irm&atilde;o por qualquer pecado que este vier a cometer, dizendo-lhe que cometeu o pecado que &eacute; para morte e que para ele n&atilde;o h&aacute; mais esperan&ccedil;a.<br />
<br />
O pecado pode ser de origem involunt&aacute;ria, cometido contra a vontade pr&oacute;pria do indiv&iacute;duo, por circunst&acirc;ncia adversa a sua vontade, sem que a sua consci&ecirc;ncia planeje.<br />
<br />
O caso do ap&oacute;stolo Pedro ao negar que conhecia Jesus &eacute; bem t&iacute;pico desse tipo de pecado. (Quero chamar isso de pecado acidental).<br />
<br />
Mas tamb&eacute;m poder&aacute; ser de natureza volunt&aacute;ria, quando h&aacute; plena consci&ecirc;ncia dele e vontade de comet&ecirc;-lo. As Escrituras afirmam que &ldquo;se pecarmos voluntariamente, dentro do conhecimento da verdade, j&aacute; n&atilde;o resta mais remiss&atilde;o pelo pecado&rdquo; (Hebreus10.26-27).<br />
<br />
H&aacute; certos pecados que algumas pessoas crentes cometem j&aacute; de costas viradas para Deus, j&aacute; est&atilde;o desviadas, indiferentes &agrave;s exig&ecirc;ncias divinas estabelecidas como regras da vida crist&atilde;. A gravidade dessas transgress&otilde;es, ou a perman&ecirc;ncia nesse estado rompe com o selo da miseric&oacute;rdia divina levando o transgressor a morte espiritual.<br />
<br />
Assim, esta pessoa j&aacute; perdeu a sua condi&ccedil;&atilde;o de filho de Deus, por vontade pr&oacute;pria; n&atilde;o que Deus a tenha rejeitada, mas porque ela pr&oacute;pria se afastou dessa condi&ccedil;&atilde;o, por sua vontade.<br />
<br />
Em Hebreus podemos ver um retrato bem simples do texto de nosso estudo. (Hb 6. 4-7). Diz: &ldquo;&Eacute; imposs&iacute;vel, pois, que aqueles que uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Esp&iacute;rito Santo, e provaram a boa palavra de Deus e os poderes do mundo vindouro, e ca&iacute;ram, sim, &eacute; imposs&iacute;vel outra vez renov&aacute;-los para arrependimento, visto que, de novo, est&atilde;o crucificando para si mesmos o Filho de Deus e expondo-o &agrave; ignom&iacute;nia&rdquo;.<br />
<br />
Quando a B&iacute;blia afirma: De novo est&atilde;o crucificando o filho de Deus: Quer dizer que esta pessoa blasfemou e repudiou completa e deliberadamente o Filho de Deus. Por isso se torna imposs&iacute;vel a reabilita&ccedil;&atilde;o desse crente ao corpo de Cristo. Ele n&atilde;o quer mais viver uma vida com Deus.<br />
<br />
N&atilde;o &eacute; sem raz&atilde;o que o escritor desta ep&iacute;stola escreveu estas coisas aos Hebreus, pois se tratava de crentes que tinham vindo do juda&iacute;smo e haviam crido em nosso Senhor Jesus Cristo, e estavam sendo perseguidos, por causa da sua nova f&eacute; em Jesus Cristo, sendo tentados no meio da persegui&ccedil;&atilde;o, a recuar de forma blasfema do santo nome do senhor.<br />
<br />
Ent&atilde;o se falando do pecado para morte, fica evidente que n&atilde;o se trata de qualquer pecado, mas daqueles que s&atilde;o praticados deliberadamente e de foram continuada. (Hb. 10:26,27). Portanto o pecado que n&atilde;o se deve orar, ou pecado para morte &eacute; o pecado de esc&aacute;rnio, da zombaria, e do desprezo volunt&aacute;rio ao filho de Deus. A estes devemos deixar nas m&atilde;os de Deus, pois a b&iacute;blia diz que de Deus n&atilde;o se zomba.<br />
<br />
____________________________________________________________________________</span><br />
<em><span style="font-size:14px;">Jo&atilde;o Gomes da Silva &eacute; escritor e te&oacute;logo, pastor presidente da Igreja Evang&eacute;lica Betesda, de Gurupi. E-mail- revjoaogomes@gmail.com</span></em></div>

Comentários pelo Facebook: