Vereadores de Araguaína denunciam 'farra das carnes' ao Ministério Público Estadual

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">O presidente da C&acirc;mara de Aragua&iacute;na, Marcus Marcelo (PR), acompanhado de vereadores, protocolou of&iacute;cio n&ordm; 583/2013 no Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE), na tarde desta ter&ccedil;a, 03, solicitando que sejam investigadas as supostas&nbsp; irregularidades no Matadouro P&uacute;blico Municipal, mais conhecido como Frigor&iacute;fico Assocarne [Associa&ccedil;&atilde;o do Com&eacute;rcio Varejista de Carnes Frescas e Derivados].&nbsp;<br />
<br />
O documento foi entregue ao Promotor de Justi&ccedil;a Sidney Fiori Junior.<br />
<br />
Ainda foram entregues ao MPE uma c&oacute;pia da Ata e um CD com o &aacute;udio na &iacute;ntegra da sess&atilde;o realizada no &uacute;ltimo dia 21 de agosto, em que se fez presente o presidente da Assocarne, Jos&eacute; Nilton de Oliveira (Baiano). Segundo o documento, na oportunidade diversas den&uacute;ncias vieram &agrave; tona, mais precisamente no que diz respeito ao uso do bem p&uacute;blico, sem qualquer respaldo legal ou contratual, bem como sonega&ccedil;&atilde;o fiscal por parte da entidade.&nbsp;<br />
<br />
&ldquo;Assim, entendendo que o caso exige uma investiga&ccedil;&atilde;o mais minuciosa para averigua&ccedil;&atilde;o das poss&iacute;veis irregularidades encontrada e discutidas em sess&atilde;o nesta Casa de Leis. Encaminhamos a presente documenta&ccedil;&atilde;o para, caso queiram, esta institui&ccedil;&atilde;o tome as medidas que entender necess&aacute;rias&rdquo;, justifica o of&iacute;cio entregue ao MPE.&nbsp;</span></div>

Comentários pelo Facebook: