Deputados rejeitam contas de 2009 de Marcelo e Gaguim; oposição alega ‘manobra’ de Eduardo e traição do PMDB

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Mesmo com parecer favor&aacute;vel &agrave; aprova&ccedil;&atilde;o da Comiss&atilde;o de Finan&ccedil;as, Controle e Tributa&ccedil;&atilde;o da Assembleia Legislativa, por 13 votos a 9, os deputados estaduais rejeitaram as contas dos ex-governadores Marcelo Miranda e Carlos Gaguim, ambos do PMDB, referente ao exerc&iacute;cio de 2009, em vota&ccedil;&atilde;o secreta nesta quinta-feira, 5.<br />
<br />
A vota&ccedil;&atilde;o foi acompanhada pelo ex-governador Marcelo e sua esposa, Dulce Miranda.<br />
<br />
Muitos parlamentares foram pegos de surpresa pelo presidente Sandoval Cardoso (PSD), j&aacute; que n&atilde;o foram avisados sobre a vota&ccedil;&atilde;o da mat&eacute;ria.<br />
<br />
<strong><u>Mentiras, trai&ccedil;&otilde;es ou erros do painel</u></strong><br />
<br />
Ap&oacute;s a rejei&ccedil;&atilde;o por 13 a 9, o deputado Sargento Arag&atilde;o (PPS) confrontou os n&uacute;meros de vota&ccedil;&atilde;o do painel com as falas dos deputados que disseram que votaram a favor das contas. <em>&ldquo;Onze aqui falaram que votaram a favor e o painel s&oacute; deu nove&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
Ap&oacute;s a vota&ccedil;&atilde;o afirmaram ter votado a favor da aprova&ccedil;&atilde;o: Manoel Queiroz (PPS), Sargento Arag&atilde;o (PPS), Eli Borges (PMDB), Josi Nunes (PMDB), Jos&eacute; Roberto (PT), Jos&eacute; Bonif&aacute;cio (PR), Stalin Bucar (PR), Freire Junior (PSDB), Marcelo L&eacute;lis (PV) e Luana Ribeiro (PR).</span><br />
<br />
<u><strong><span style="font-size: 14px;">Trai&ccedil;&otilde;es</span></strong></u><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Segundo Freire Junior (PSDB) que votou a favor da aprova&ccedil;&atilde;o, os ex-governadores foram tra&iacute;dos pelo fato de que deputados do pr&oacute;prio PMDB votaram pela reprova&ccedil;&atilde;o do processo.&nbsp; <em>&ldquo;Deputados do PMDB votaram contra o PMDB. N&atilde;o sei como funciona a cabe&ccedil;a desses parlamentares. Tem que fazer uma per&iacute;cia na cabe&ccedil;a dos parlamentares que votaram para atender a outros interesses&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
<u><strong>Manobra do Pal&aacute;cio</strong></u><br />
<br />
Freire acredita que as contas tenham sido rejeitadas por uma manobra do Pal&aacute;cio e atribuiu a articula&ccedil;&atilde;o ao secret&aacute;rio Estadual de Rela&ccedil;&otilde;es Institucionais, Eduardo Siqueira Campos. &ldquo;<em>Ele abriu o ba&uacute; da perversidade de novo e vai ter o troco l&aacute; na frente. Hoje est&aacute; se fazendo uma p&aacute;gina feia e escura do nosso parlamento&rdquo;</em>, disse.</span></div>

Comentários pelo Facebook: