Superlotação no HRA é por causa da imprudência de motociclistas

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Durante a Audi&ecirc;ncia P&uacute;blica da Sa&uacute;de desta quinta-feira (05), na C&acirc;mara Municipal de Aragua&iacute;na, que recebeu v&aacute;rios deputados estaduais e autoridades municipais, o diretor do Hospital Regional de Aragua&iacute;na, m&eacute;dico Kaio Diniz, atribuiu os problemas na sa&uacute;de, e a superlota&ccedil;&atilde;o no HRA, ao &lsquo;uso indiscriminado&rsquo; de motocicletas.&nbsp; <em>&ldquo;Na cidade de Aragua&iacute;na, o uso indiscriminado de motocicletas &eacute; o grande respons&aacute;vel pela superlota&ccedil;&atilde;o dos leitos de nossos hospitais&rdquo;</em>, garantiu.<br />
<br />
<strong><u>Sem investimentos na sa&uacute;de</u></strong><br />
<br />
Aragua&iacute;na, de fato, &eacute; a 2&ordf; cidade do Brasil, proporcionalmente, em n&uacute;mero de motocicletas. No entanto, nas &uacute;ltimas d&eacute;cadas, o n&uacute;mero de habitantes da cidade praticamente dobrou e os servi&ccedil;os de sa&uacute;de n&atilde;o acompanharam esse crescimento. Pelo contr&aacute;rio, se tornaram menos eficientes e congelaram no tempo. Durante os &uacute;ltimos 10 anos os Governos n&atilde;o constru&iacute;ram nenhum leito e nem investiram em reforma da estrutura f&iacute;sica do Hospital Regional, que atende pacientes de toda a regi&atilde;o Norte do Estado e Sul do Par&aacute; e Maranh&atilde;o.&nbsp;<br />
<br />
Apesar de n&atilde;o citar a falta de investimentos como uma das causas da superlota&ccedil;&atilde;o no HRA, Kaio Diniz reconhece que &ldquo;o munic&iacute;pio &eacute; muito grande e ainda recebe pessoas de outras localidades, at&eacute; mesmo de outros estados&rdquo;. Por outro lado, ele afirmou que as vagas de UTIs subiram de 10 para 20, por&eacute;m, a entrada de pacientes causados por acidentes de moto &eacute; assustador.<br />
<br />
<u><strong>Relat&oacute;rio</strong></u><br />
<br />
A audi&ecirc;ncia p&uacute;blica foi proposta pela deputada Josi Nunes (PMDB), atrav&eacute;s de requerimento aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado. De acordo com a parlamentar, vai ser elaborado um relat&oacute;rio que ser&aacute; encaminhado ao Governo do Estado para que as provid&ecirc;ncias sejam tomadas.<br />
<br />
A Audi&ecirc;ncia P&uacute;blica contou com a participa&ccedil;&atilde;o de vereadores, secret&aacute;rios municipais, professores, dirigentes de sindicatos e dos deputados, Sargento Arag&atilde;o e Josi Nunes.</span></div>

Comentários pelo Facebook: