Manoel Queiroz quer informações sobre emendas parlamentares após Governo dizer que liberou R$ 300 mil

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">Ao subir &agrave; tribuna nesta ter&ccedil;a-feira, dia 10, o deputado Manoel Queiroz (PPS) cobrou do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento, informa&ccedil;&otilde;es sobre a libera&ccedil;&atilde;o de emendas parlamentares no per&iacute;odo de 1&deg; de janeiro a 10 de setembro de 2013.<br />
<br />
O parlamentar afirma que o Governo tenta lhe imputar o erro do voto na sess&atilde;o que rejeitou as contas referentes ao exerc&iacute;cio de 2009 dos ex-governadores Marcelo Miranda e Carlos Gaguim, do PMDB, apreciadas em 5 de setembro, em troca de uma emenda parlamentar de R$ 300 mil. &ldquo;Eu jamais votaria com este &lsquo;desgoverno&rsquo;&rdquo;, afirmou.<br />
<br />
O deputado apresentou um texto de email que, segundo o orador, foi encaminhado por internet ao ex-secret&aacute;rio de Infraestrutura do Tocantins, Brito Miranda, com informa&ccedil;&otilde;es da libera&ccedil;&atilde;o da emenda do deputado Queiroz, inclusive com as c&oacute;pias do of&iacute;cio e da nota de lan&ccedil;amento da referida emenda. Segundo garante, a libera&ccedil;&atilde;o n&atilde;o consta ao acessar o Siafem do Executivo.<br />
<br />
Para Queiroz, as informa&ccedil;&otilde;es tinham por objetivo prejudic&aacute;-lo. &ldquo;Quiseram me atingir com essa manobra, e ainda enganaram uma comunidade de costureiras da cidade de Praia Norte que criaram expectativas e esperaram pelo recurso&rdquo;, declarou.<br />
<br />
O parlamentar apresentou ainda um requerimento que obteve sua urg&ecirc;ncia aprovada e ser&aacute; apreciado na pr&oacute;xima sess&atilde;o ordin&aacute;ria, quando dever&aacute; ser ou n&atilde;o aprovado pelo plen&aacute;rio. Prevendo que a mat&eacute;ria possa n&atilde;o ser aprovada, Queiroz j&aacute; fez a solicita&ccedil;&atilde;o direta &agrave; Secretaria de Planejamento. (Elp&iacute;dio Lopes)</span></div>

Comentários pelo Facebook: