SINPOL comunica secretários sobre aceitação de propostas e cobra agilidade no envio de projetos à Assembleia

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size: 14px;">A presidente do Sindicato dos Policiais do Estado do Tocantins (SINPOL), Nadir Nunes, protocolou of&iacute;cios nesta quarta-feira, 11, nas secretarias de Estado da Administra&ccedil;&atilde;o, Seguran&ccedil;a P&uacute;blica e Defesa Social.<br />
<br />
Nos documentos o sindicato comunica a decis&atilde;o dos policiais &ndash; tomada em assembleia geral na &uacute;ltima segunda-feira, 9 &ndash; de aceitar as propostas do governo, mas manter o indicativo de greve e a assembleia aberta at&eacute; o pr&oacute;ximo dia 5, data limite para que o Governo envie &agrave; Assembleia Legislativa, as propostas feitas &agrave; categoria.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><strong><u>Seguran&ccedil;a P&uacute;blica</u></strong><br />
<br />
Ao secret&aacute;rio da Seguran&ccedil;a P&uacute;blica, Eli&uacute; Jurubeba, foi pedido agilidade no projeto de lei que p&otilde;e fim ao limitador de vagas para promo&ccedil;&otilde;es e progress&otilde;es. Proposta pelo governo e aceita pela categoria, a medida evita que os policiais deixem de progredir na carreira em fun&ccedil;&atilde;o de falta de vagas, como ocorre atualmente.<br />
<br />
Essa medida passa a valer a partir de janeiro de 2014, mesma &eacute;poca em que ser&atilde;o concedidas promo&ccedil;&otilde;es e progress&otilde;es a 821 policiais civis, retroativas&nbsp; aos anos de 2012 e 2013.<br />
<br />
O sindicato cobra da SSP, tamb&eacute;m, aporte financeiro para a Pol&iacute;cia Civil; cumprimento de carga hor&aacute;ria estabelecida em lei; aquisi&ccedil;&atilde;o de materiais e equipamentos para as unidades policiais; reforma e constru&ccedil;&atilde;o de novas unidades; agilidade na realiza&ccedil;&atilde;o de concurso p&uacute;blico; aquisi&ccedil;&atilde;o de armamento e muni&ccedil;&atilde;o, entre outras demandas.<br />
<br />
<u><strong>Administra&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
Ao titular da Secretaria da Administra&ccedil;&atilde;o, L&uacute;cio Mascarenhas, foi solicitado que se inicie o processo para as promo&ccedil;&otilde;es, com a publica&ccedil;&atilde;o &ndash; no Di&aacute;rio Oficial do Estado &ndash; da rela&ccedil;&atilde;o de servidores aptos. Al&eacute;m disso, a comiss&atilde;o de representantes dos policiais quer a retomada das discuss&otilde;es para a reestrutura&ccedil;&atilde;o do Plano de Cargos, Carreiras e Subs&iacute;dios (PCCS) da Pol&iacute;cia Civil, onde se far&aacute; a corre&ccedil;&atilde;o de algumas distor&ccedil;&otilde;es funcionais.<br />
<br />
<u><strong>Defesa Social</strong></u><br />
<br />
Do secret&aacute;rio da Defesa Social,&nbsp; Nilomar Farias, os policiais solicitam o retorno dos agentes penitenci&aacute;rios &agrave; Secretaria da Seguran&ccedil;a P&uacute;blica &ndash; com acr&eacute;scimo de atribui&ccedil;&otilde;es &ndash; para que possam ser aproveitados nas fun&ccedil;&otilde;es t&iacute;picas de Pol&iacute;cia Judici&aacute;ria. Para isso, a Defesa Social dever&aacute; realizar concurso p&uacute;blico para a fun&ccedil;&atilde;o atualmente ocupada por policiais civis.<br />
<br />
&ldquo;Deixamos claro as delibera&ccedil;&otilde;es da categoria, feitas na assembleia.&nbsp; As propostas foram aceitas, mas, se n&atilde;o se efetivarem, estaremos pronto para voltar ao movimento. Pediram um tempo e a categoria cedeu, agora esperamos a efetiva&ccedil;&atilde;o do que foi proposto e aceito&rdquo; finaliza Nadir Nunes.</span></div>

Comentários pelo Facebook: