Sobral – 300×100
Seet

Presidente da ATN aborda relacionamento entre órgãos de assessoria e imprensa em Araguaína

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">Relacionamento entre assessorias e meios de comunica&ccedil;&atilde;o foi tema de debate entre profissionais da &aacute;rea de Aragua&iacute;na, durante palestra do presidente da Ag&ecirc;ncia Tocantinense de Not&iacute;cias (ATN), Cristiano Machado, no audit&oacute;rio da Faculdade de Ci&ecirc;ncias do Tocantins (Facit). No encontro ocorrido na sexta-feira,13, por iniciativa da institui&ccedil;&atilde;o de ensino, Machado abordou a import&acirc;ncia, para a opini&atilde;o p&uacute;blica, de uma rela&ccedil;&atilde;o profissional, transparente e de &quot;m&atilde;o dupla&quot; entre os profissionais.<br />
<br />
<em>&quot;Assessor e jornalista devem primeiramente ter consci&ecirc;ncia que o objetivo de ambos &eacute; um s&oacute;: informa&ccedil;&atilde;o. O assessor quer divulga&ccedil;&atilde;o da informa&ccedil;&atilde;o do &oacute;rg&atilde;o, institui&ccedil;&atilde;o, empresa ou personalidade que lhe emprega. J&aacute; o jornalista quer levar ao seu p&uacute;blico a informa&ccedil;&atilde;o ou fato relacionado ao &oacute;rg&atilde;o, institui&ccedil;&atilde;o, empresa ou personalidade&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
Cristiano Machado ressaltou tamb&eacute;m que a busca pelo resultado eficaz da rela&ccedil;&atilde;o ocorrer&aacute; ap&oacute;s esfor&ccedil;os di&aacute;rios de ambos os lados.&nbsp; &ldquo;Ambos n&atilde;o devem ser amigos ou inimigos, mas, sim, travar um duelo profissional di&aacute;rio pela informa&ccedil;&atilde;o com responsabilidade, &eacute;tica e transpar&ecirc;ncia&quot;, destacou. <em>&quot;Cabe ao assessor conscientizar o assessorado sobre a import&acirc;ncia de uma gest&atilde;o aberta e transparente. J&aacute; ao jornalista cabe a responsabilidade no trato da informa&ccedil;&atilde;o, &eacute;tica e respeito &agrave; opini&atilde;o p&uacute;blica&quot;</em>, complementou.<br />
<br />
A palestra contou com presen&ccedil;a de membros de assessorias de comunica&ccedil;&atilde;o, alunos da p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o em comunica&ccedil;&atilde;o da Facit, do curso de gradua&ccedil;&atilde;o de Administra&ccedil;&atilde;o e profissionais da imprensa araguainense.<br />
<br />
A diretora geral da Facit, Angela Maria Silva, destacou a import&acirc;ncia do trabalho dos comunicadores como elo entre o fato e a informa&ccedil;&atilde;o ao cidad&atilde;o. <em>&quot;Vimos que o processo de produ&ccedil;&atilde;o da informa&ccedil;&atilde;o requer uma an&aacute;lise aprofundada, planejamento e debates para que chegue ao cidad&atilde;o da maneira mais clara poss&iacute;vel. Na Facit investimos em comunica&ccedil;&atilde;o e na comunica&ccedil;&atilde;o local pois sabemos da import&acirc;ncia desse processo.&quot;</em> A organiza&ccedil;&atilde;o da palestra foi da coordena&ccedil;&atilde;o de p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o em Gest&atilde;o e Assessoria de Comunica&ccedil;&atilde;o, curso implantado no in&iacute;cio deste ano e que &eacute; refer&ecirc;ncia na regi&atilde;o.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/palestra_facit_13_09_foto_ana_maria_negreiros001.jpg" style="width: 600px; height: 398px;" /></span></div>

Comentários pelo Facebook: