Rússia suspende importações de carnes do Frigorífico Minerva em Araguaína

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
A Minerva, uma das empresas l&iacute;deres do setor de frigor&iacute;ficos, informou nesta quarta-feira (25) que a R&uacute;ssia suspendeu temporariamente as importa&ccedil;&otilde;es de carne de duas de suas unidades.<br />
<br />
Segundo o comunicado, &ldquo;o servi&ccedil;o de fiscaliza&ccedil;&atilde;o veterin&aacute;ria e fitossanit&aacute;ria da R&uacute;ssia suspendeu temporariamente as importa&ccedil;&otilde;es de determinadas unidades frigor&iacute;ficas no Brasil, incluindo duas unidades do Minerva&rdquo;. As unidades suspensas est&atilde;o em Aragua&iacute;na (TO) e Barretos (SP).<br />
<br />
A companhia declarou ainda que suas outras unidades frigor&iacute;ficas no Brasil, Paraguai e Uruguai continuam habilitadas a exportar para a R&uacute;ssia.<br />
<br />
Ao todo, a R&uacute;ssia vai limitar suas importa&ccedil;&otilde;es de carne su&iacute;na e bovina de dez fornecedores brasileiros a partir de 2 de outubro, disse o servi&ccedil;o veterin&aacute;rio e fitossanit&aacute;rio do pa&iacute;s (VPSS, na sigla em ingl&ecirc;s) citando uma viola&ccedil;&atilde;o n&atilde;o especificada de regras.<br />
<br />
A R&uacute;ssia, um dos principais mercados para a carne brasileira, esperava comprar mais carne do pa&iacute;s sul-americano ap&oacute;s Moscou banir as importa&ccedil;&otilde;es da maior parte dos fornecedores dos EUA, Canad&aacute; e M&eacute;xico por temores relacionados a um aditivo de crescimento dos animais.<br />
<br />
O servi&ccedil;o veterin&aacute;rio disse em um comunicado que a medida tempor&aacute;ria para dez fornecedores brasileiros foi imposta depois que uma inspe&ccedil;&atilde;o revelou uma viola&ccedil;&atilde;o das regras, a qual o VPSS n&atilde;o descreveu.<br />
<br />
A R&uacute;ssia informou nesta quinta que suspender&aacute; as importa&ccedil;&otilde;es de outros frigor&iacute;ficos brasileiros por inadequa&ccedil;&otilde;es &agrave;s exig&ecirc;ncias sanit&aacute;rias do pa&iacute;s para a entrada de carne de outros pa&iacute;ses. O pa&iacute;s n&atilde;o divulgou, contudo, quais os frigor&iacute;ficos suspensos.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Segundo dados alfandeg&aacute;rios oficiais,&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">a R&uacute;ssia importou 616,1 mil toneladas de carne vermelha, no valor de 2,4 bilh&otilde;es d&oacute;lares, de pa&iacute;ses de fora da Comunidade de Estados Independentes nos primeiros sete meses de 2013.</span><br />
&nbsp;</div>

Comentários pelo Facebook: