FAPTO firma parceria com Petrobras para desenvolver pesquisa

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">A Funda&ccedil;&atilde;o de Apoio Cient&iacute;fico e Tecnol&oacute;gico do Tocantins (FAPTO) firmou parceria com a Petrobras para desenvolver projeto P &amp; D, com intuito de fomentar pesquisas na &aacute;rea de produ&ccedil;&atilde;o de combust&iacute;veis alternativos a partir de res&iacute;duos da ind&uacute;stria de petr&oacute;leo e agrores&iacute;duos e tamb&eacute;m formar recursos humanos na &aacute;rea, a partir da participa&ccedil;&atilde;o de alunos da Universidade Federal do Tocantins (UFT).<br />
<br />
De acordo com a coordenadora, professora Glaucia Eliza Gama Vieira, o projeto atender&aacute; a demanda atual de desenvolvimento de processos tecnol&oacute;gicos para aproveitamento de res&iacute;duos e gera&ccedil;&atilde;o de energia alternativa. &ldquo;Considerando aspectos inovadores como aproveitamento de di&oacute;xido de carbono, por exemplo&rdquo;, explica.<br />
<br />
A coordenadora ressalta que se tratando de uma pesquisa de P &amp; D, os principais crit&eacute;rios para elabora&ccedil;&atilde;o do projeto atendem a demanda da parceria empresa e universidade, destacando-se pontos de prospec&ccedil;&atilde;o de inova&ccedil;&atilde;o de processos e produtos, bem como, de consolida&ccedil;&atilde;o da Universidade como refer&ecirc;ncia na &aacute;rea no Estado e no Brasil.<br />
<br />
O p&uacute;blico alvo &eacute; a forma&ccedil;&atilde;o de recursos humanos em uma &aacute;rea de pesquisa e desenvolvimento inovadora no Brasil, e ainda, a popula&ccedil;&atilde;o em geral, que poder&aacute; ser beneficiada a m&eacute;dio e longo prazo com os resultados da pesquisa, considerando melhorias do ponto de vista ambiental e energ&eacute;tico, a partir da destina&ccedil;&atilde;o adequada de agrores&iacute;duos, da introdu&ccedil;&atilde;o de novas tecnologias na &aacute;rea no Estado, uso de novos combust&iacute;veis que n&atilde;o contribuem para a intensifica&ccedil;&atilde;o do efeito estufa, entre outros benef&iacute;cios.<br />
<br />
Sobre a parceria com a Petrobras, a coordenadora esclarece que j&aacute; teve sucesso em um primeiro projeto realizado em 2006, e que dessa vez, em um novo formato de P &amp; D, abrir&aacute; muitas oportunidades de desenvolvimento de projetos de pesquisa na UFT, por contribuir para o credenciamento da Universidade na ANP, e consequentemente para o crescimento e fortalecimento da FAPTO, que ap&oacute;ia aos projetos de pesquisa desenvolvidos na UFT.<br />
<br />
&ldquo;Do ponto de vista educacional, a parceria contribuir&aacute; para forma&ccedil;&atilde;o de pesquisadores na &aacute;rea, que desenvolver&atilde;o suas disserta&ccedil;&otilde;es de mestrado em temas relacionados ao projeto, de monografias, para os alunos de gradua&ccedil;&atilde;o, para avalia&ccedil;&atilde;o positiva da UFT frente &agrave; CAPES, ao MEC, em ocasi&atilde;o de processos de avalia&ccedil;&atilde;o e at&eacute; para o direcionamento de recursos desses &oacute;rg&atilde;os para a institui&ccedil;&atilde;o&rdquo; conclui.<br />
<br />
A pr&oacute;xima etapa do projeto agora, &eacute; dar inicio ao detalhamento de metas junto &agrave; coordena&ccedil;&atilde;o da Petrobras, que vir&aacute; em janeiro visitar &agrave; UFT e &agrave; FAPTO.<br />
<br />
<u><strong>Petrobras</strong></u><br />
<br />
A Petrobr&aacute;s &eacute; uma empresa comprometida com o desenvolvimento sustent&aacute;vel. Ao interagir com o meio ambiente e consumir seus recursos naturais, a companhia entende que deve prestar contas &agrave; sociedade sobre o impacto de suas atividades na biosfera e contribuir para a melhoria de qualidade de vida da popula&ccedil;&atilde;o. Nesse sentido, a empresa tem uma grande responsabilidade socioambiental e investe em programas que, al&eacute;m de defenderem a preserva&ccedil;&atilde;o do meio ambiente, incentivam o desenvolvimento de uma consci&ecirc;ncia ecol&oacute;gica junto &agrave;s comunidades.</span></div>

Comentários pelo Facebook: