Seet
Sobral – 300×100

Siqueira usa dinheiro público para promoção pessoal na ânsia de se perpetuar como Criador do TO

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u>Arnaldo Filho</u><br />
<em>Opini&atilde;o</em><br />
<br />
Siqueira Campos, que se autodenomina o &ldquo;criador do Tocantins&rdquo;, tenta a qualquer custo apagar da hist&oacute;ria outras vers&otilde;es e se perpetuar como o verdadeiro Criador. Apesar de ter seus m&eacute;ritos, inclusive reconhecidos, o &lsquo;Criador&rsquo; esquece do esfor&ccedil;o daqueles que, um pouco antes, j&aacute; lutavam pela realiza&ccedil;&atilde;o deste sonho. Esquece tamb&eacute;m que uma andorinha s&oacute; n&atilde;o faz ver&atilde;o.<br />
<br />
O Tocantins &eacute; fruto do esfor&ccedil;o de muitos que ficaram apagados do contexto hist&oacute;rico em detrimento de uma &uacute;nica figura. Para suprimir ainda mais outros m&eacute;ritos, Siqueira usa a m&aacute;quina p&uacute;blica para promo&ccedil;&atilde;o hist&oacute;rica pessoal e para implantar os s&iacute;mbolos do seu governo, como s&iacute;mbolos do Estado. Ferindo, &eacute; claro, o princ&iacute;pio constitucional da impessoalidade, e n&atilde;o menos, a moralidade.<br />
<br />
J&aacute; tramita na Assembleia Legislativa um Projeto de Lei propondo que todas as escolas de tempo integral tenham na composi&ccedil;&atilde;o do seu nome a palavra &ldquo;Girassol&rdquo;. Exemplificando: Escola Girassol de Tempo Integral… Como se n&atilde;o bastassem os quadros nos &oacute;rg&atilde;os p&uacute;blicos e um Pal&aacute;cio ornamentado com imagens de Girassol. Aqui n&atilde;o estamos discutindo a beleza da flor, mas sim a finalidade com que o Governo usa este s&iacute;mbolo.<br />
<br />
N&atilde;o bastasse isso, Siqueira agora usa recursos p&uacute;blicos, atrav&eacute;s da in&uacute;til Secretaria de Comunica&ccedil;&atilde;o Social, para continuar sua autopromo&ccedil;&atilde;o, sob uma desculpa esfarrapada de exalta&ccedil;&atilde;o &agrave; cria&ccedil;&atilde;o do estado do Tocantins. Acontece, por&eacute;m, que a campanha publicit&aacute;ria deixa evidente que o foco principal &eacute; apenas um, dos tantos homens que est&atilde;o sentados &agrave; mesa.&nbsp; Percebe-se, portanto, um flagrante desvio de finalidade e notadamente com imoralidades praticadas atrav&eacute;s de meios escusos, dissimulados e disfar&ccedil;ados de campanha institucional. E pasme, uma campanha institucional que sequer faz refer&ecirc;ncia ao Governo do Estado, seja em s&iacute;mbolo ou palavras.<br />
<br />
&Eacute; uma pena que com toda escassez de recursos, um Governo ainda se d&ecirc; ao luxo de usar milh&otilde;es em verbas p&uacute;blicas para campanhas publicit&aacute;rias in&uacute;teis e desvirtuadas de sua finalidade. Pior ainda, manter uma Secretaria de Comunica&ccedil;&atilde;o Social cuja finalidade prec&iacute;pua &eacute; estabelecer contratos milion&aacute;rios com ag&ecirc;ncias e articular campanhas direcionadas. S&oacute; este ano, j&aacute; foram gastos quase R$ 11 milh&otilde;es.&nbsp; At&eacute; quando…?<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/promo%E7%E3o%20pessoal.jpg" style="width: 610px; height: 203px;" /><br />
(Imagens da campanha publicit&aacute;ria)</span></div>

Comentários pelo Facebook: