Seet
Sobral – 300×100

Polícia Comunitária e 2º Batalhão realizam o “Programa Mulher mais consciente” em Araguaína

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">A Pol&iacute;cia Comunit&aacute;ria realizou juntamente com o 2&ordm; Batalh&atilde;o de Pol&iacute;cia Militar o &ldquo;Programa Mulher Mais Consciente&rdquo; em parceria com o Poder Judici&aacute;rio, Pol&iacute;cia Militar, Pol&iacute;cia Civil e Corpo de Bombeiros do Tocantins. O objetivo era conscientizar as mulheres sobre a luta por seus direitos e liberdades constitucionais e por uma vida livre de viol&ecirc;ncia dom&eacute;stica.<br />
<br />
O evento aconteceu na noite de sexta-feira, 22, no Sal&atilde;o de Eventos da Vila Ribeiro e teve como palestrantes o Diretor do Departamento de Pol&iacute;cia Comunit&aacute;ria Coronel Gadelha, a Ju&iacute;za de Direito da Vara especializada no combate &agrave; viol&ecirc;ncia dom&eacute;stica e familiar contra a mulher, Cirlene Maria de Assis Santos Oliveira, a professora e membro dos Direitos Humanos da Mulher, Cleonice Bezerra Queiroz, e o Comandante do 2&ordm; BPM Major Silva Neto.<br />
<br />
Diversos assuntos foram tratados na reuni&atilde;o, dentre eles o &ldquo;Apito da Paz&rdquo;. Com este instrumento, se uma mulher estiver em perigo ela soa um apito e toda a vizinhan&ccedil;a que ouvi-la tamb&eacute;m soar&aacute; seus apitos. Na oportunidade a ju&iacute;za Cirlene esclareceu sobre a Lei Maria da Penha e a professora Clarice falou sobre os Direitos Humanos da Mulher. J&aacute; o Major Silva Neto destacou as estat&iacute;sticas sobre a viol&ecirc;ncia contra a Mulher na regi&atilde;o do 2&ordm; BPM.<br />
<br />
O evento foi prestigiado por v&aacute;rias pessoas e autoridades pol&iacute;ticas, judici&aacute;rias, eclesi&aacute;sticas, policiais militares e civis. A Presidente do Conselho Comunit&aacute;rio de Seguran&ccedil;a P&uacute;blica da Vila Ribeiro Sara Abudd demonstrou-se muito satisfeita com o desenvolvimento do evento. <em>&ldquo;Este &eacute; um momento de grande import&acirc;ncia e expressividade para esclarecer todas n&oacute;s sobre nossos direitos&rdquo;</em>, destacou.</span></div>

Comentários pelo Facebook: