Seet
Sobral – 300×100

Estudantes protestam contra falta de professores; Diretoria diz que problema já foi resolvido

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">Cerca de 60 alunos de ensino m&eacute;dio do Col&eacute;gio Estadual Adolfo Bezerra de Menezes, Bairro S&atilde;o Jo&atilde;o, se recusaram a assistir aulas na manh&atilde; desta quinta-feira, 28,&nbsp; em protesto contra a falta de professores. Segundo eles, a situa&ccedil;&atilde;o se arrasta desde o segundo bimestre, quando 8 professores pegaram licen&ccedil;a-m&eacute;dica e o Estado n&atilde;o contratou substitutos.<br />
<br />
Segundo os estudantes, o problema se agravou quando outros professores contratados pediram exonera&ccedil;&atilde;o por ficarem meses sem receber sal&aacute;rios. Com isso, as disciplinas de portugu&ecirc;s, matem&aacute;tica, filosofia, sociologia, ingl&ecirc;s e espanhol, nos 2&ordm; e 3&ordm; anos, estariam sem professores. A maior preocupa&ccedil;&atilde;o deles &eacute; com a prepara&ccedil;&atilde;o para o vestibular. Na manifesta&ccedil;&atilde;o os alunos expuseram cartazes cobrando: <em>&ldquo;Queremos educa&ccedil;&atilde;o e professores em sala&rdquo;</em>. Chega de promessas! N&atilde;o &agrave; engana&ccedil;&atilde;o&rdquo;.<br />
<br />
O estudante Felipe Matheus, no pen&uacute;ltimo ano do ensino m&eacute;dio, afirmou que&nbsp; est&aacute; preocupado com o seu futuro acad&ecirc;mico e cobrou uma aten&ccedil;&atilde;o especial. <em>&ldquo;Hoje est&aacute; uma situa&ccedil;&atilde;o prec&aacute;ria. Est&aacute; faltando tr&ecirc;s professores e j&aacute; estamos no t&eacute;rmino das aulas. Como vai ficar nossa situa&ccedil;&atilde;o como estudante?</em>&rdquo; questionou.<br />
<br />
Outro estudante do pen&uacute;ltimo ano do ensino m&eacute;dio, Rafael Oliveira, tamb&eacute;m&nbsp; considera a situa&ccedil;&atilde;o preocupante, pois em breve ele ir&aacute; encarar o vestibular e n&atilde;o t&ecirc;m aulas das disciplinas de maior peso nas avalia&ccedil;&otilde;es.&nbsp; <em>&ldquo;A gente s&oacute; quer o b&aacute;sico, o que &eacute; direito nosso: estudar e queremos professores de qualidade.&nbsp; Estamos prejudicados por falta de professores e ficam empurrando com a barriga, colocando estagi&aacute;rios e os coordenadores est&atilde;o saindo da fun&ccedil;&atilde;o para dar aula… como &eacute; que a gente vai cursar uma Faculdade, fazer um curso?&rdquo;</em>.<br />
<br />
A dire&ccedil;&atilde;o do Col&eacute;gio n&atilde;o quis se pronunciar.&nbsp; J&aacute; a Diretora Regional de Ensino de Aragua&iacute;na, Eidlandia Matos, informou que j&aacute; havia se reunido com a dire&ccedil;&atilde;o da escola para solucionar o problema com o encaminhamento de professores da pr&oacute;pria Regional</span><span style="font-size: 14px;">. </span><em style="font-size: 14px;">&quot;Visto que faltam apenas duas semanas de aulas, n&atilde;o h&aacute; necessidade de contratar professores j&aacute; no fim do ano&rdquo;</em><span style="font-size: 14px;">, afirmou.</span></div>
<div style="text-align: justify;">
<br />
<span style="font-size:14px;">A diretora garantiu que em nenhum momento os alunos ficaram sem aula e assegurou que as designa&ccedil;&otilde;es de professores foram feitas desde o dia 21 de novembro.</span></div>

Comentários pelo Facebook: