Seet
Sobral – 300×100

Comerciantes vão às ruas denunciar falta de segurança e cobrar providências do governador

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">ANAN&Aacute;S (TO) – Indignados com a falta de seguran&ccedil;a e onda de assaltos a com&eacute;rcios e resid&ecirc;ncias, moradores e comerciantes de Anan&aacute;s, no norte do Estado, foram &agrave;s ruas no s&aacute;bado (11) em protesto para chamar a aten&ccedil;&atilde;o das autoridades para o problema, em especial do governador Siqueira Campos (PSDB).<br />
<br />
Com cartazes e faixas, os manifestantes cobravam:&nbsp; <em>&ldquo;Senhor Governador seguran&ccedil;a, por favor&rdquo;</em>. A manifesta&ccedil;&atilde;o percorreu as avenidas Brasil e Duque de Caxias.&nbsp; De forma pac&iacute;fica, idosos, adultos, jovens, crian&ccedil;as e comerciantes participaram do protesto contra a viol&ecirc;ncia.<br />
<br />
Durante toda a caminhada a comunidade clamava por respostas do poder p&uacute;blico aos in&uacute;meros of&iacute;cios encaminhados a Secretaria de Seguran&ccedil;a P&uacute;blica do Estado por partes dos vereadores e prefeito. A vereadora Veruska Balbino, afirmou que a C&acirc;mara Municipal encaminhou v&aacute;rios of&iacute;cios &agrave; pr&oacute;pria secretaria. Acrescentou ainda que a resposta que obteve foi que n&atilde;o tinha delegado a disposi&ccedil;&atilde;o para assumir o comando de Anan&aacute;s.<br />
<br />
V&aacute;rios questionamentos foram feitos ao comandante do batalh&atilde;o da Pol&iacute;cia Militar referente &agrave; demora em atender ao chamado via 190.<br />
<br />
Para a presidente da Associa&ccedil;&atilde;o Comercial e Industrial de Anan&aacute;s (ACIAN), Mary Ivone, a a&ccedil;&atilde;o dos v&acirc;ndalos preocupa a classe de comerciante do munic&iacute;pio, &ldquo;<em>Estamos &agrave; merc&ecirc; dos bandidos, o alvo deles tem sido nossas resid&ecirc;ncias e nosso com&eacute;rcio&rdquo;</em>, disse o dirigente que acrescentou a necessidade de ter o apoio dos deputados eleitos pela comunidade ananaense na cobran&ccedil;a de um delegado para a cidade.<br />
<br />
A mobiliza&ccedil;&atilde;o da comunidade acorreu atrav&eacute;s das redes sociais para realizar a manifesta&ccedil;&atilde;o. O ato contou com o apoio dos comerciantes que fecharam seus estabelecimentos e sa&iacute;ram &agrave;s ruas da cidade pedindo justi&ccedil;a e seguran&ccedil;a. (Com informa&ccedil;&otilde;es Let&iacute;cia Cardoso).</span></div>

Comentários pelo Facebook: