Seet
Sobral – 300×100

PR pode caminhar dividido tendo Dimas e Luana Ribeiro como cotados para assumir presidência

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
O Partido da Rep&uacute;blica (PR) no Tocantins deve iniciar uma nova fase em sua hist&oacute;ria, a come&ccedil;ar pela forma&ccedil;&atilde;o de dois grupos com afinidades bem antag&ocirc;nicas, caso n&atilde;o haja consenso na c&uacute;pula republicana. A aus&ecirc;ncia do senador Jo&atilde;o Ribeiro deixou n&atilde;o s&oacute; uma lacuna referencial, mas tamb&eacute;m um espa&ccedil;o para iniciar as diverg&ecirc;ncias sobre qual ser&aacute; o posicionamento do partido daqui pra frente.<br />
<br />
O PR j&aacute; tinha uma posi&ccedil;&atilde;o bem definida, na oposi&ccedil;&atilde;o, inclusive tendo Jo&atilde;o Ribeiro como pr&eacute;-candidato ao Governo. Mas sua morte deixou a sigla como um barco &agrave; deriva num mar onde ventos fortes sopram para todos os lados. Por isso, atualmente, essa nova posi&ccedil;&atilde;o s&oacute; restar&aacute; definida ap&oacute;s a defini&ccedil;&atilde;o do pr&oacute;ximo presidente regional da sigla.<br />
<br />
Os nomes mais cotados s&atilde;o de Ronaldo Dimas, prefeito de Aragua&iacute;na e aliado a Siqueira Campos, e Luana Ribeiro, deputada estadual de oposi&ccedil;&atilde;o e filha do ex-senador.<br />
<br />
Em Aragua&iacute;na, onde o PR possui uma grande bancada com seis vereadores na C&acirc;mara, os objetivos j&aacute; est&atilde;o bem definidos para uma composi&ccedil;&atilde;o com o Governo do Estado, al&eacute;m de ter o atual presidente da C&acirc;mara, Marcus Marcelo, como pr&eacute;-candidato a deputado federal. No entanto, o sucesso deste projeto depende, em parte, da ascens&atilde;o de Ronaldo Dimas &agrave; presid&ecirc;ncia regional da sigla.<br />
<br />
J&aacute; os partidos que fazem oposi&ccedil;&atilde;o ao Governo do Estado temem que Dimas leve o PR para a base governista. O que seria natural, dado o fato de que Dimas foi secret&aacute;rio de Estado na atual gest&atilde;o, recebeu apoio do Governo nas elei&ccedil;&otilde;es de 2012 e, atualmente, h&aacute; v&aacute;rias promessas de libera&ccedil;&atilde;o de recursos para obras importantes em Aragua&iacute;na, como a duplica&ccedil;&atilde;o da Avenida Filad&eacute;lfia, revitaliza&ccedil;&atilde;o da Feirinha e pavimenta&ccedil;&atilde;o asf&aacute;ltica.<br />
<br />
Ronaldo Dimas, al&eacute;m de ser ex-deputado federal, prefeito da cidade mais importante do Tocantins, &eacute; visto como o &ldquo;pol&iacute;tico da vez&rdquo;. Nos bastidores, os planos do seu grupo s&atilde;o ousados, sonhando inclusive com uma candidatura a Governo do Estado num futuro n&atilde;o muito distante. Mas isso &eacute; discuss&atilde;o para um segundo mandato e depender&aacute; tamb&eacute;m do sucesso de sua gest&atilde;o. Isso quer dizer: promessas cumpridas.&nbsp;<br />
<br />
Nesse cen&aacute;rio, caso a c&uacute;pula do PR n&atilde;o chegue a um entendimento, o partido pode caminhar para uma ruptura e desentendimentos internos, correndo o risco de interpretar a mesma novela vivida recentemente pelo PMDB.<br />
<br />
Para quem defende o nome de Luana Ribeiro, destaca que por ser filha do ex-senador estaria em melhores condi&ccedil;&otilde;es de representar o legado deixado por seu pai e dar continuidade ao seu prop&oacute;sito (na oposi&ccedil;&atilde;o). Acontece que j&aacute; existe uma brecha para que a pr&oacute;pria Luana Ribeiro estude uma composi&ccedil;&atilde;o com a base governista.&nbsp;Mesmo assim, no presente, a escolha do novo presidente regional ainda promete render muitos debates.<br />
<br />
Para tentar definir o futuro republicano no Tocantins, est&aacute; prevista para a pr&oacute;xima semana uma reuni&atilde;o em Bras&iacute;lia com o presidente nacional, Alfredo Nascimento.</span></div>

Comentários pelo Facebook: