Sobral – 300×100
Seet

Vale dos Grandes Rios e Bico do Papagaio: Lugares de maravilhas naturais

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">Rico em belezas naturais, o norte do Tocantins &eacute; uma boa op&ccedil;&atilde;o de destino tur&iacute;stico para quem gosta de aproveitar o contato com a natureza.&nbsp; Al&eacute;m do encontro das &aacute;guas dos rios Araguaia e Tocantins, no Bico do Papagaio, o Vale dos Grandes Rios, tamb&eacute;m localizado na regi&atilde;o entre os dois rios, &eacute; uma &aacute;rea de transi&ccedil;&atilde;o entre o cerrado e a floresta amaz&ocirc;nica. Lugar rico em belezas naturais e roteiros de ecoturismo como trilhas, rios, cachoeiras, ribeir&otilde;es, lago, grutas, cavernas e &aacute;rvores fossilizadas, t&atilde;o duras como rochas.<br />
<br />
Na regi&atilde;o est&atilde;o as cidades de Filad&eacute;lfia, Aragua&iacute;na e Wanderl&acirc;ndia. Em Filad&eacute;lfia, a 479 km de Palmas, o turista pode visitar um raro e importante patrim&ocirc;nio cient&iacute;fico cultural: o Monumento Natural de &Aacute;rvores Fossilizadas, formado por florestas petrificadas de aproximadamente 270 milh&otilde;es de anos. O passeio deve ser agendado, requer guia tur&iacute;stico e disposi&ccedil;&atilde;o para caminhar dois quil&ocirc;metros at&eacute; chegar ao s&iacute;tio fossil&iacute;fero onde ficam os f&oacute;sseis de caules, folhas e troncos de &aacute;rvores.<br />
<br />
Mas o passeio vale a pena! O gerente de engenharia, Milton Mineo Hirai, conta que foi ao s&iacute;tio fossil&iacute;fero de Filad&eacute;lfia especificamente para conhecer a floresta petrificada, anterior &agrave; &eacute;poca dos dinossauros. <em>&ldquo;Sou do interior de S&atilde;o Paulo e estou no Maranh&atilde;o a trabalho e como tenho interesse em paleontologia e arqueologia aproveitei a oportunidade para conhecer o Monumento de &Aacute;rvores Fossilizadas. Como paleont&oacute;logo amador, achei fant&aacute;stica a visita&ccedil;&atilde;o, pois nunca havia tido a oportunidade de encontrar f&oacute;sseis a c&eacute;u aberto no Brasil&rdquo;</em>, afirmou.</span><br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/foto%202%20-%20arquivo%20pessoal.jpg" style="font-size: 14px; width: 340px; height: 204px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px; float: left;" /></div>
<div>
<div style="text-align: justify;">
&nbsp;</div>
<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">J&aacute; em Aragua&iacute;na, a cachoeira V&eacute;u de Noiva recebe o turista com quedas d&rsquo;&aacute;gua de 20 metros, que formam uma piscina natural de &aacute;guas geladas e l&iacute;mpidas onde o turista pode se refrescar e relaxar. Outra atra&ccedil;&atilde;o do munic&iacute;pio &eacute; o Lago Azul, formado pela constru&ccedil;&atilde;o de uma usina implantada na d&eacute;cada de 60. No local o visitante pode praticar remo, esqui aqu&aacute;tico e jetski. No Parque das &Aacute;guas (Balne&aacute;rio da Jacuba) o turista tamb&eacute;m pode aproveitar uma boa infraestrutura de quiosques, quadras esportivas, restaurantes, &aacute;rea de camping e banhos refrescantes.</span></div>
<br />
<span style="font-size:14px;">Um pouco mais ao norte, em Wanderl&acirc;ndia, o visitante pode aproveitar o contato com a natureza em passeios por cachoeiras, c&acirc;nions, rios, grutas e cavernas. Nesta regi&atilde;o &eacute; poss&iacute;vel praticar esportes de aventura como rapel, rafting, tirolesa, trekking e bioacross, al&eacute;m de observa&ccedil;&atilde;o de p&aacute;ssaros e animais silvestres. As cachoeiras do Nascente do Areia, do Apertado da Hora e do C&oacute;rrego Santa B&aacute;rbara proporcionam ao turista banhos revigorantes e divertidos.<br />
<br />
<u><strong>Bico do Papagaio</strong></u><br />
<br />
Nesta regi&atilde;o, o destino certo a visitar &eacute; o Balne&aacute;rio Manga, na cidade de Angico. No local, a Cachoeira do Trevo &eacute; ideal para o turista que gosta de tranquilidade e quer descansar ouvindo barulho da queda d&acute;&aacute;gua. O munic&iacute;pio tamb&eacute;m oferece trilhas em meio &agrave; natureza quase que intocada, ribeir&otilde;es e cachoeiras de &aacute;guas cristalinas.<br />
<br />
Em Esperantina, na divisa do Tocantins com o Par&aacute;, extremo norte do estado, o encontro das &aacute;guas dos rios Araguaia e Tocantins impressiona quem tem a chance de ver de perto os dois rios que cortam o estado de sul a norte, se misturar. Esta &eacute; uma regi&atilde;o tamb&eacute;m apreciada por uf&oacute;logos, que acreditam na exist&ecirc;ncia de objetos n&atilde;o identificados (OVNIS) no c&eacute;u da cidade. <em>(</em></span><em><span style="font-size: 14px;">Shara Rezende/ ATN)</span></em></div>
<br />

Comentários pelo Facebook: